sábado, outubro 21, 2006

ELA... A LUA

Ela... A Lua

É sempre assim...
Na caída do dia
quando o pôr-do-sol
apaga os rastros da tarde
na preamar de Jauá.
O tempo
degela a noite
no celeste infindo
e repleta de luz
flameja a lua
tão clara
tão leve
tão nua
que a redondez sensual
flui toda volúpia
do cio aflorando
libidos
e fantasias
na grade da noite.

É sempre assim...
A lua solta,
Lasciva e o céu
Sacudindo em brilho.

Em êxtase
fervilho!

O Sibarita

13 comentários:

Kátia disse...

Meu poeta
Ah, se eu não soubesse mais ouvir meu próprio coração, nem o que me dizem as estrelas, a vaga do dia, a luz do luar, eu nada mais te diria. Mas, meu coração, de tão cheio, já não se pode fechar.
Um beijo

Nadja Soll disse...

Bela poesia... parabéns!
Abraços

Paulo Sempre disse...

A lua os lobos a uivar...são instantes de arrepio..lol. Só um medium poderoso pode tornar os instantes menos enfadonlhos...
Paulo

Jofre Alves disse...

Bom de fim-de-semana, enquanto lá fora o vento sopra e a chuva cai, aqui a qualidade impera, neste interessante blogue.

Anônimo disse...

Olá meu amigo
Lindo... estou sem palavras só digo sublime.
desejo te um bom domingo.

:)))))))
beijooooooo

Ghiza Rocha disse...

...e nós, poetas, sempre, sempre hipnotizados por ela...

Freyja disse...

Hola amigo
te deje un recado la semana
debes haber estado muy oupado
esta aqui, es un regalo

http://fragmentosvida.blogspot.com/2006/10/salvador-de-bahia-brazil.html

de ahi vuelvo a leerte, ahora tengo que ir a almorzar y luego a una votacion que llama el alcalde

besitos y cuidate



besos y sueños

happiness...moreorless disse...

simplesmente lindo...
se ha uma coisa que me fascina é a lua, inspira-me!

beijinho poeta...

Leticia Gabian disse...

A lua é mesmo a cúmplice das horas de amor, né Siba? Ela é uma danadinha. E, como sempre, você fala dela como poucos.
Tem uma flor pra você lá no Som&Tom. Vai lá pegar.
Beijão

Anônimo disse...

Sem tempo até para correr contra o tempo...
Passei a correr mas não podia sair sem deixar votos de uma boa semana.
Beijos

ana disse...

Lindo... :)
Ai a lua, a lua *

liška disse...

Hijos del instinto los que la admiramos con tantísima belleza.

Leerte es ensoñar su eflujo...

Besos Sibarita

O Sibarita disse...

Como sempre belo poema... Meu conterrânio vc é retado mesmo!

abraços,
Tá rebocado!