quarta-feira, dezembro 24, 2008

FELIZ NATAL...

Feliz Natal...

... Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel! (Assis Valente)

Valha-nos Jesus Menino!
Você vê
O farol do Monte Serrat
Iluminando a Bahia
De todos os Santos,
Ao fundo, a ilha de Itaparica
Embelezando o seu recanto!
Você não vê
Os alagados, a maré, os casebres
De tábuas sobre caibros
Balançando ao léu com sua gente
Tirando do lixo o sustento!
Não faz parte da sua história
Esse povo sem memória...
Você vê
A lua chegar por sobre o seu pedestal
Para iluminar a sua mesa farta
De produtos importados
Na ceia de natal.
Você não vê
Crianças famintas pelas ruas,
Nas sinaleiras, fora da escola
Cheirando cola, não faz parte
Do seu dia a dia essa escória!
Você vê, revê
Abraça os seus amigos
Na ceia natalina
Ao lado dessa gente fina
Grudada em sua resina...
Você não vê
Crianças barrigas de lombrigas
Num céu de desesperos
Com estrelas hidráulicas
Sustentando as pontes
Que balançam aulicamente
Nas asas dos ventos...
Você vê
Os seus filhos
Saírem para a balada do natal
Cheios de presentes:
Roupas, tênis de marcas
E coisa e tal...
Você não vê
O natal das crianças da maré
Com tamancos rachados
A espera de Papai Noel
Nas janelas dependurados...
Pela manhã, nenhum brinquedo,
Papai Noel nunca vem, disfarça!
Nenhuma boneca, nenhuma bola
Mais um natal banguelo, sem enredos
Isso, não lhe toca o coração, você isola...
Você vê
O dia amanhecer
Na confraternização com trocas de presentes
Tendo a mesa farta e o peru do natal,
Agradece esse belo momento.
Mas, não se liga em Jesus,
E nos seus ensinamentos
Tocando em seu coração,
Então, você vira o rosto
Para o seu irmão faminto
Quando Ele mandou repartir o pão.
Você não vê
O natal nos alagados,
Nascendo banguelo sobre os caibros
E que pela manhã, o sol chega
Olha, disfarça e sem esperança
Lacrimejando se joga das pontes
Submergindo nos pinicos de maré lentamente...
Você vê
A ficha cair, mas, não está nem aí
Do seu baú de ouro
Reluzindo o seu tesouro
Com o mundo aos seus Pés
E, Deus lhe olhando de viés!
Você não vê
O rumor dos seus passos
Atados nos percalços
Das trevas do seu coração
E no sentido oposto
A escória enxugando
As lágrimas do seu rosto
Nesse poema parodiado
Do seu espelho congelado!

Você vê
Apenas lê
O zen astral
Do seu signo
Na coluna social
De qualquer Jornal...

O Sibarita


23 comentários:

Olhos de Mel disse...

Siba, eu não gosto de Natal. Acho a festa mais injusta do mundo. As pessoas só lembram das compras e esquecem o verdadeiro sentido do natal. Eu queria dormir hoje e nem ver essas festas passarem.
Desculpe Siba, mas estou muito triste.
Beijos

Leticia Gabian disse...

Meu cumpadi,
Esta é uma época do ano que não me agrada muito. Tudo fica esquisito e a gente enxerga as desigualdades como se usasse uma lente de aumento. Definitivamente, esta não é a minha "festa".
Mas, como não vivo em uma ilha e muito menos sozinha, eu me rendo ao "espírito natalino" e retribuo aos votos de alegria e fartura.

Um ano realmente novo, mais fácil e mais justo, pra você e toda sua família.

Abração forte, cumpadi

paula barros disse...

Sabe, gosto dessa sua forma de escrever, onde nos chama para a realidade. Ver eu até vejo, mas não faço nada. Me emociono, mas continuo travada. Talvez seja por isso que o Natal me inquieta.

Você foi um presente que me dei esse ano, porque fui eu que vim atrás de você, eu sabia que aqui tinha valor, pedra rara. rsrsrs

Que Deus continue lhe iluminando, dando paz, saúde, amor, serenidade, discernimento.....o resto sei que você corre atrás e faz a diferença.

abraços apertadinho.

Pena disse...

Pura e simplesmente GENIAL, amigo fantástico.
Sim! Deus não olha a todos de igual forma. Porquê, meu Deus...?
Estou muito comovido, amigo...
VOCÊ é...sem palavras, entende...?

Aquele "Abraço"...forte, muito forte... de gratidão...por existir...por ser meu amigo, o que é uma honra indescritível...
AQUELE "ABRAÇO"...sei que entende?
Maravilhado...e ...emudecido...
OBRIGADO.

pena

FESTAS FELIZES!

Menina do Rio disse...

Hoje eu sou "mariavaiacomasoutras". Nesse caso; com todos nesta festança, onde haja pujança nem que seja de sonhos. Não sou natalina, inda mais vivendo num mundo onde as pessoas andam de óculos escuros o tempo todo e depois falam de amor a confraternização...

Gostei da mesa, pena que não como o menu baiano...

Beijinho pra ti, querido

Claudinha disse...

Olá amigo! Belo poema!
O menino vê tudo. Quanto a nós, fingimos não ver, porque pode comprometer. Preferimos nossa vidinha besta e só olhamos para o próprio umbigo (mea culpa)...

Mas, falhas nossas à parte, eu lhe desejo um santo Natal todos os dias! Feliz Ano novo!
Beijos!

Bandys disse...

Siba,
Como sempre voce dando show tanto no que escreves como no que pensas!!

Se pudesse um pedido fazer,faço o pedido de prosperidade.Se pudesse um sonho realizar,realizo o sonho de ter paz no meu coração,e fornecer paz para aqueles que tanto se angustiam.
Se pudesse eu faria de todos os dias, o dia de Natal,para que todos usassem a solidariedade para um sorriso fazer nascer no rosto de mais uma inocente criança.
Que seja mais que brinquedos, mais que doces, mais que Papai Noel…
Seja sim presença do calor humano, para harmonizar dias que parecem infinitos. Desejo a você, que este Natal, seja uma dádiva para reconhecer coisas que possam lhe fazer crescer no amor mais e mais...Te desejo um maravilhoso Natal, e que sonhos possam preencher sua vida,
e te fazer um novo sonhador em busca de paz e felicidade.
Beijos, boas festas e um super 2009!

Oliver Pickwick disse...

Passei para desejar-lhe o melhor dos natais e um feliz ano novo.
Um abraço!

Etelvina de Oliveira disse...

Oi, Siba

Eu gosto do Natal. Lembro-me de quanto eu esperava por esse dia. Independentemente de receber ou não alguma coisa.

Essa é a vantagem de ser criança. Criança não vê o mundo com nossos olhos envelhecidos e realistas.

Por isso, Jesus nos recomenda que sejamos tal qual a elas.

Quanto ao texto, reflexivo e profundo. Lindo!

Apesar de tudo, Feliz Natal.


beijos

Etelvina de Oliveira disse...

Eita, voltei kkkkkkkkk

Viu só o que seu texto me fez escrever?


Mande o Corró me escrever quero rir com ele um bocadinho.


Feliz Natal, fio.

Deus te abençõe e que eu possa contar sempre com sua amizade.


beijo, beijo, beijo e mais 2009 beijos kkkkkkkkkkkkkkkkk

Pipinha disse...

Querido Sibarita,
Obrigada pela sua linda amizade e o seu fantástico bom humor, que me alegra muito!
Embora nem sempre consiga vir aqui, por falta de tempo, não o esqueço e não poderia deixar de passar aqui nesta quadra tão especial, para deixar os meus mais profundos desejos de um Natal Feliz e abençoado, nesta seguinte mensagem:

“Desejo-lhe um Natal diferente.
Que os abraços apertados não sejam questão de data,
Mas de sinceridade e de transparente amor.
Que os presentes dados e recebidos
Não contenham obrigação, mas leveza de coração.
Que as bênçãos da meia-noite não dependam de 1 minuto,
Mas que venham para a vida toda.
Que a ceia não seja só de alimentos com bom tempero,
Mas que tenha muitas pitadas de bons pensamentos.
Que a família, por maior ou menor que seja,
Não apenas celebre a data com os melhores vinhos,
Mas que celebre também os sagrados laços de sangue.
Que a árvore não esteja predestinada a ser
Lançada ao lixo após as Festas, mas que seja tão
Bem conservada quanto as mais verdes esperanças.
Que o presépio não só represente o nascimento
De Jesus, mas também o renascimento da criança
amorosa e inocente que ainda vive em si.
Desejo-lhe um Natal diferente,
E esse desejo vai a si como um presente...
Feliz Natal para si e sua família!
Que a sua noite seja de muita Paz !!!'
E QUE VENHA 2009 e nos traga muita saúde, carinho, paz e alegria!"

Beijinhos no seu coração e abraço apertadinho,
Muita amizade e carinho desta sua amiga,

Pipinha

Fragmentos Culturais disse...

Retribuo do coração todos os votos deixados em 'fragmentos'!

Muita Paz, Fraternidade, Afectos imensos...

Um beijo

... voltarei em outro tempo para ler!

Deusa Odoyá disse...

Olá meu lindo,meu fio e meu neguinho!
Um texto muito triste e ao mesmo tempo de muita reflexão, pois a real realidade de uma vida injusta é essa.
Natal é e sempre será uma festa triste
Pois você sabendo que seu filho pode ganhar uma bicicleta e o seu amiguinho menos favorecido nem ao menos um pedaço de pão.
Isso é a nossa realidade, essa é a verdadeira história de muitas crianças, e muitos adultos também.
Enquanto á nossa mesa farta podemos escolher o que comer, as crianças apenas não tem o que escolher.

Culpo muitas vezes o governo,e essa sociedade hipócrita.
Deus existe, Deus é bom, mas por favor senhor olhe um pouco mais pelas nossas criancinhas.
Se todos nós pudéssemos dar as mãos
visitando muitas esquinas esquecidas desse mundo, muitos asilos e orfanatos, dando do nosso quinhão, talvez não só no natal, mas em todos os anos da vida deles,seria menos triste .
Você meu amor, como sempre carinhoso, caridoso e com muito ensinamento do mestre jesus, nos faz ver a cruel realidade.
Nos emociona com tanta preocupação ao próximo.
Sou realmente uma previlegiada por o ter como mestre e amigo.
Quero lhe agradecer do fundo do meu coração o apoio que me destes ao ficar enferma.
Continuas me dando apoio e carinho.
Obrigado meu mestre Jesus, por pôr uma alma boa e carinhosa em meu caminho.
Feliz natal com muita paz, fé, luz e amor.

Abraços de saúde em painho, e beijos de saudades em você, meu amigo...
Que mestre jesus não só hoje, mas sempre, lhe abençõe.
Beijos Siba, meu neguinho!

Lucia disse...

Siba:

Que lindo, triste e verdadeiro seu texto. A verdade é que a grande parte das pessoas festeja o aniversário sem se lembrar do aniversariante e, principalmente, deixando de lado muitos dos convidados. Enfim,só nos resta darmos o melhor de nós mesmos para que um mundo mais justo venha a ser realidade um dia. Nesse dia, então, será Natal para todos, independente da data.
Obrigada, moço especial, por ter feito parte da minha vida no ano que passou, por todas as vezes que me socorreu, me consolou. Sei que ando meio em falta com você, mas quero que saiba que me é muito especial. Tenho por você um carinho imenso e uma admiração do tamanho do mundo.
Beijos!!! Feliz Natal e um Ano Novo maravilhoso.

Maria disse...

Isto tudo já passou quase quase e daqui a pouco é dia 26! Não quero falar do natal porque não tenho mesa farta quando outros morrem de fome. Não posso!
Saudades tenho da Bahia de todos-os-santos e daí, de tudo o que fala!

Beijos
(e volto dia 26)

Maria disse...

E hoje ainda é dia 26 aí, e voltei!
E ao mesmo tempo que me dói o coração quando o leio, Sibarita, fico alegre (por ver as fotos) e triste (por não estar) porque tenho saudades de tudo isso aí, desde a ponta de humaitá até à praia do forte...

Deixo outro beijo

Desnuda disse...

Querido,

Acho que todos nós sentimos uma melancolia nesta data por tudo que descreveste neste belo poema. E jamais me envolvi com o apelo comercial desta data, mas pelo sentimento de fraternidade, amor e caridade . Uma reflexão sobre a humanidade. Nesta data ( embora o faça habitualmente todos os dias), sei que muitos estão dirigidos e envolvidos por esta energia maravilhosa do AMOR, e junto meus pensamentos nesta corrente maravilhosa de renovação da fé,de amor e de esperança. Estamos ligados todos pelo coração amoroso e um só pensamento. Reforço com minha pequenina luz, alimentando a chama do AMOR Cósmico Universal.


E estamos vendo sim, Siba...Estamos aqui vendo e, sobretudo, SENTINDO tudo isto que se passa neste mundão de Deus. E isto nos dá ESPERANÇA e garra para lutar por um mundo mais justo e igualitário.


Obrigada por esta partilha de um coração amoroso e alma iluminada pela chama do amor.

Desculpe a demora no retorno...Estou viajando e volto após dia 2. Mas sempre que der estarei visitando amigos queridos, que como você me faz crescer e aprender. Obrigada!


1000 Beijos!

Pena disse...

Genial Amigo Sibarita:
Sempre que entro aqui fico sem fala. Faltam-me as palavras perante o génio e talento poético que o "habitam".
Só queria desejar-lhe um admirável Ano Novo de 2009 que se avizinha.
Muita saúde, paz e poemas fantásticos como este.
Maravilhado por tanta beleza em poetizar que sai de si...
Abraço amigo

pena

Avassaladora disse...

Parabéns Sibarita...!
Vim te conhecer....
Adorei!
VC escreve muito bem!
Voltarei mais vezes para um tour completo..rs
Espero que não se importe com a invasão!
Belos poemas...!

Beijos!

Peter Pan disse...

Genial Amigo:
Uma homenagem sensível e linda. A pensar nos amigos. No seu bem-estar! Um Natal descrito em forma e em atitude pessoal. Controverso, mas que difunde um questionar sensato e sóbrio.
Tudo de maravilhoso e fantástico.
Excelente 2009 com ternura e carinho.
Abraço amigo sempre respeitador e sincero.
O AMIGO daqueles autênticos, sabe?
Maravilhado pelo seu encanto nesta sua atitude admirável e profundidade que toca...

peter pan

bat_trash disse...

Um belo e verossímel retrato do Natal!

Bat Kiss.

jordan shoes disse...

cool blog

splendid disse...

fendi bag
fendi hand bag
fendi spy bag
fendi bags
dolce gabbana