sábado, janeiro 19, 2013

FESTA DO BONFIM/2013


Desliguem a Humaitá ao lado!
Vejam a lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim.
O Hino ao Senhor do Bonfim foi gravado por:
 Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil e os Mutantes.
(Vídeo WebTVBocãonews)
   
Festa do Bonfim
 
Senhor do Bonfim dai-nos a tua graça divina,
És esperança, o eterno farol dos lares baianos
Que conduz a conquistas desta sagrada colina,
Há séculos que aos teus pés nós te louvamos...
 
Glória a ti neste dia de glória, axé, Epá Babá!
Coloquei alfazema, meus colares de Oxaguiã.
Senhor do Bonfim, Orixá maior, O Pai Oxalá,
Atotô! E comigo o teu Opaxorô de Oxalufã...
 
As baianas com os jarros cheios de água de flor
Fazem o cortejo da lavagem. No sarau do Brow
A mistura das raças. Sol a pino, eu toco agogô
Na levada da arrocha e sutileza do berimbau...
 
Mainha, tô no bagaço, cheguei  indagorinha.
É, Maomé foi à montanha da Colina Sagrada,
Todo de branco, colar, patuá e guia de Oxalá,
Ficou no face, foi? E eu solto nas quebradas...
 
Não deu outra, a Ivete coladinha no meu pé,
Aí já viu, né? Deu ziriguidum, com esse avião
Decolei, céu de brigadeiro! Acredite, bote fé!
Tá choramingando, é? Fia, choramingue não...
 
Acochambrei até o adro Bonfim e nem te falo
Eu tava que tava, Misericórdia Deus bendito!
Só alegria! Com Ivete, humm...  cantei de galo
Cada coxa! Agüentei não, vixe! Pedi pinico... (kkk)
 
Núncia do céu, dê-nos a graça nessa procissão
Fia, numa nice, quem tem fé vai a pé ao Bonfim!
Eu, boca de zero nove, ao Deus dará, emoção,
No sagrado: oro por mim! No profano: ai de ti...

 Zé Corró
 
 I O R U B Á  e   Baianês
 
Epá Babá! – Saudação a Oxalá.
Patuá – Amuleto que a maioria dos baianos usam.

Oxaguiã – É Oxalá jovem o único orixá fun-fun que guerreia, usando para isso uma espada e um escudo que recebeu de Ogun. O tipo OXAGUIÃ é um jovem guerreiro combativo. É habitualmente alto e robusto, mas não é agressivo nem brutal. Não despreza o sexo e cultiva o amor livre. É alegre, gosta profundamente da vida, é falador e brincalhão. Ao mesmo tempo é idealista, defendendo os injustiçados, os fracos e os oprimidos. Orgulhoso, sedento de feitos gloriosos, às vezes, uma espécie de D. Quixote. Seus pensamentos originais geralmente antecipam aos da sua época. É o nascente.

Oxalá – É Senhor do Bonfim no Candomblé. Filho de Olorum, orixá dos orixás. Traz o cetro sagrado chamado opaxorô, onde comanda os três mundos existentes; material, espiritual e purgatório. OXALÁ é o detentor do poder procriador masculino. Todas as suas representações incluem o branco. É um elemento fundamental dos primórdios, massa de ar e massa de água, a protoforma e a formação de todo o tipo de criaturas no AIYE e no ORUN. Ao incorporar-se, assume duas formas: OXAGUIÃ jovem guerreiro, e OXALUFÃ, velho apoiado num bastão de prata (OPAXORÔ). OXALÁ é alheio a toda a violência, disputas, brigas, gosta de ordem, da limpeza, da pureza. A sua cor é o branco e o seu dia é a sexta-feira. Os seus filhos devem vestir branco neste dia. Pertencem a OXALÁ os metais e outras substâncias brancas.

Opaxorô – Bastão de Oxalá quando ele assume a forma de um Orixá velho.

Oxalufã – Oxalá velho. O tipo físico de OXALUFÃ é frágil, delicado, friorento, sujeito a resfriados. Compensa sua debilidade física com grande força moral, e seu alvo à realizar é a condição humana no que tem de mais nobre. É fiel no amor e na amizade. Oxalufã é o poente.

Vixe mainha! – Olhe meu amor.

É numa nice – É numa boa. (nice, pronuncia-se: naice).

Quem tem fé vai a pé ao Bonfim – Dito popular baiano, a lavagem sai da Igreja da Conceição (ao lado do Elevador Lacerda)  até a Igreja do Bonfim distância de uns 10km. Todo cortejo é feito a pé.

Boca de zero nove - A pessoa que se diz retada, não tem tempo ruim.

Ao Deus dará – A vontade, sem procupações.

Subo a Colina – Sobe a ladeira do Bonfim a igreja fica na Colina.

Arrocha – Ritmo musical nascido no recôncavo da Bahia na Cidade de Candeias que leva as pessoas ao delírio por ser um ritmo super dançante, ritmo contagiante.

Acochambrar – Namorar, fazer amor.

Ivete Semgalo – Ivete Sengalo, cantora baiana mais popular entre todas por sua espontaneidade, baianês, voz e ritmos da Bahia. Ela se diz uma PIRIGUETE nata!

Cantar de galo – Cantar vitória antes do tempo.

Piriguete – Mulher desejosa, mulher afim de namorar, de sexo.

Vixe – Não é possível.

Pedir pinico – Não agüentar, pedir socorro, sair de baixo.

Zé Corró

 

14 comentários:

Paula Barros disse...

Me fez rir com Maomé foi à Colina Sagrada.
Enquanto isso eu aqui sorrindo, e me deliciando com a poesia, e com a interatividade.
beijo

Olhos de mel disse...

Siba; amei! Você sabe como ninguém, brincar com as palavras.

Ai mo pai!
Eu não fui a lavagem,
perdi a carruagem,
fiquei daqui a rezar.
E se fosse seu danado, creio,
não ia conseguir te encontrar.
Tu tava no cortejo Corró?
Ou tava atrás da Ivete?
Não como teu cheiro.
Acho que tu foi com a piriguete;
o fio, já pensou se vou?
Te procurar por lá,
seria procurar agulha no palheiro.
Cantou de galo,
seguiu procissão,
pediu pinico, foi?
Agora que ela aguente
curta teu bagaço,
E tu, heim? Não é mole não...

Bom domingo, Siba! Beijos

Olhos de mel disse...

Siba; ouvi o hino ao Sr. do Bonfim é algo sem comparação e vendo essas imagens, com tanta demonstração de fé, faltam palavras para explicar a emoção.
Beijos

Sherazade disse...

Ô Corró retado viu? Imagino viu? Deve ter tomado todas e pegado todas...
Eita menino danado viu? Tava com a piriguete, neguinho? Agora ela aguente e curta o seu bagaço.
Bom domingo e boa semana, Siba! Beijos

Vivian Loreti disse...

Que saudades da Bahia, seu moço
:/
Só consigo pensar nisso agora... nessas terras maravilhosas que tanto me apaixonaram.

Beijão

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Que delicia!

ADOREI!

beijos

Naty Araújo disse...

Não sou de Araci não, só moro hahahaha.
Ei, eu não apaguei os comentários não. Tem um monte de gente me perguntando isso :(
Eles sumiram, não sei se viraram spam e sei lá que raios deu, só sei que muitos comentários aparecem só a lixeira pra eu deletá-los, não aparece mais nadica de tibiritica :(

Moça disse...

Meu!!! hj eu que te digo! vc é arretado mesmo hein?
Quanta cultura brasileira, baiana, nordestina você ensina de forma agradável pra todos nós! Pra quem nao é brasileiro entao, deve ser sensacional acompanhar o q vc escreve!

parabens mesmo!

bjao
opinandoemtudo.blogspot.com

Anônimo disse...

Siba, meu rei!
Vc me fez chorar... Ô saudade da Bahia! Meu Sr. do Bonfim salve estas palavras e traga muita saúde a todos nós! Ano que vem tem mais, se Deus quiser...

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, meu xodozinho baiano, tô aqui, aperreada com esse teclado bichado (usando o virtual), mas perder a lavagem das escadarias do Bonfim? Jamais!!!!

Tu sabe que tenho a alma baiana, num sabe???

E salve o Sinhô do Bonfim!!!!
(menino tira o olho das coxas da Ivete, rsrs)
Mil beijinhos...

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, que legal te ver lá no nosso matagal.
Grande e querido amigo do meu coração, gostamos de ti demaissssss!!!! Quando digo isso, refiro-me também à nossa família que acompanha o seu trabalho.
Enfim, a gente gosta pra caramba de você!!!!!!

Evanir disse...

Estou a 7 anos na blogosfera : A viagem é o casula
hoje completando 2 anos de vida.
Quantos momentos alegres e triste também
faz parte da nossa jornada.
Deus permita muitos anos de vida para mim e meu blog
um mundo fantástico.
Onde nossas amizades sem face completa de maneira
sobrenatural minha vida.
Obrigada pelo seu carinho por fazer parte da minha caminhada
muitas vezes cansada ou meu caminhar um pouco mais lento.
Hoje deixo na postagem mil carinhos para você
um mimo desse dia feliz.
E o sorteio de mais 2 livros meus não
importa qual Pais será ganhador receberá com certeza com muito amor.
Pode até pensar porque sorteio tantos livros meus não é mesmo?
Por ele ser bom e de alguma forma deixar um pouco de mim para vocês.
Meu eterno carinho.
Um feliz final de semana.
Beijos na alma e no coração.
Evanir.
Estou só esperando você com muito carinho.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

Adorei ficar mais por dentro da cultura Baiana que tive pena de não conhecer no tempo que vivi no Brasil.
O poema e o vídeo são lindos.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Olhos de mel disse...

Siba; esse danado do Corró, não ta deixando tu tomar conta do teu pedaço, é? Ou tu também acompanhou a lavagem e ta no bagaço ainda?
Beijos