segunda-feira, agosto 26, 2013

C R O C H Ê


Crochê

 As perfeitas palavras e os sinais agudos
De ti, em que a aurora do amor impera,
Alcançam as chamas, erupção do Vesúvio,
Vulcão ativo que a sua ardência se revela...
 
Enquanto procuras conceituar a poesia,
Ventos frescos afagam minhas palavras
Acolchoadas em macramê e sem avarias
Incendeiam, teu coração, sem ressalvas...

Tu és tricotada com os meus fios de ouro,
O teu encanto revela-se no ponto a ponto
Feitos pelas tuas mãos. Mas, meu tesouro,
A nossa paixão se retribui no bate pronto...

Escrevo, respondes na lembrança do rosto,
Tão assim, não sei se real, virtual ou ficção.
Não sei também se para mim ou para outro,
Monossilábica, aí temos o embaça coração...

Dizes tu, se sim ou se não! O que transcende
Exterioriza sentimento, entre, as reticências.
Quem será o anjo dos textos? Tudo ascende
O amor e ficamos no limar das confidências...

Desta forma confinamos a direção, a certeza.
A plenitude, perfeição das palavras despidas,
O decifrar dos pontos bordados faz a beleza
Do ouro em pó que somos até que te decidas...

O Sibarita

11 comentários:

Paula Barros disse...

Ai, ai...me fez sorrir.
Andas bordando poesias com fios de ouro também?
Muito bem construída.
E a resposta como virá?
Sorrisos para ti.
beijos

Bandys disse...

O anjo do texto sou eu...
kkkkkkkkkk

Linda poesia Siba , vc nasceu com o dom.

LINDO DIA PARA VOCÊ !!!
Que nunca haja em tua alma, lugar para o desespero.
Que a fé seja a morada dos teus sonhos.
Que sejas capaz de rir como criança às vezes.
Que as lágrimas ao caírem limpem teu coração de toda raiva.
Que jamais faltem flores em tuas mãos.
Que a generosidade brilhe em teus olhos, e tudo ilumine...

Beijos

São disse...

E como tu sabes tricotar com fios de ouro a tua musa, meu caro Poeta!

Esplêndido poema, gostei deveras.

Só espero que teu coração não seja tuaregue, rrss

Abraço forte.

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Parabéns, meu dileto artesão das letras.
Tecestes aqui uma belíssima obra, cheia de significados e minúcias.
Trabalhando com os dedos, fostes cruzando e prendendo as palavras em nós, formando cruzamentos geométricos de sentimentos, franjas e uma infinidade de formas decorativas do amor.
Mas, não perguntes à nós leitoras.
Digas tu: Quem é este anjo estampado em sua alma?
Li na internet "que mesmo que se tire um bordado do lugar vai ficar a marca da agulha e o formato do desenho no local."
E recomenda que se improvise. "Escolha outro de sua preferência que de pra cobrir o que já esta ai."
Este é o encantamento do amor.
Somos uma eterna colcha de retalhos.

beijos de sua amiga

Jota Effe Esse disse...

Uma bela declaração de amor poético. Meu abraço.

Jota Effe Esse disse...

Uma bela declaração de amor poético. Meu abraço.

Zilani Célia disse...

OI SIBARITA!
QUEM SERÁ O ANJO DOS TEXTOS?
ELA, COM CERTEZA...
MUITO BONITO AMIGO, TECESTES COM FIOS DE OURO, UM BELO TRABALHO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

LUZ disse...

Olá, Siba!

Como tem passado?

Agradeço a resposta, acerca do OFF.
Caso volta a aparecer, peço-lhe que preste atenção, por favor. OBRIGADA!

Siba/Sibarita, habitante de Síbaris, antiga cidade grega, onde as pessoas, sobretudo o homem, eram, geneticamente voluptuoso, dado ao prazer da carne/sexo, com ou sem amor, lento, pouco trabalhador e muito sensual.

A VOLÚPIA FAZIA, E AINDA HOJE FAZ PARTE DO SEU COTIDIANO.
E se for Afro descendente, "o vulcão", entra, facilmente, em atividade.

Seu CROCHET está muito bem trabalhado, mas melhor pensado e imaginado.

Se ela for como Helena de Troia, pode ficar tranquilo, porque o amor falará sempre mais alto.

Caso não seja, terá de a saber "bordar", com palavras e pontos únicos e exclusivos, só dela e só para ela.

Olhe que ela é um anjo, como você mesmo escreve, e os anjos são perfeitos.

Todo o seu poema é um emaranhado de desejos, confidências não reveladas e sobretudo muita esperança na decifração dos sentires dela.

Noite feliz.

Bandys disse...

òia tu me arrumando confusãooo, homi!!!!!

Daqui a pouco vai ter fila la na porta pra me juntar!! kkkkkkkkk

Quero a proteção da Bahia inteira, tu ta doido.

Nem todos os anjos tem asas, às vezes eles tem apenas o dom de te fazer sorrir!!!!

Esses são os anjos ne não????

Boa noite e não me meta em confusão heinn hhhhhh

beijos

Olhos de mel disse...

Siba; bom estar de volta a nossa terra, embora venha com o coração apertadinho de saudade do meu netinho.
Olha sei que depois dessa poesia, ela dirá sim. Quem sabe? Linda demais!
Poxa Siba; imagine aí ler sua poesia escutando Maysa - Quando Vem A Saudade, na Humaitá?
Bom domingo! Beijos

Desnuda disse...

Querido Sibarita,

Há tanta beleza neste tricotar de versos, tecendo fios de amor , prazer, cumplicidade ,esperança...É bordado de cama e mesa!!!

Belíssimo!!!!

Beijos com carinho