quarta-feira, março 11, 2015

ARTÊMIS

Artêmis

Do amor em que flutua sobre o viço,
A minha paixão sempre é renovada.
Curvo-me a ti, me entrego submisso
Aos teus caprichos de mulher e fada...

E no chamado do sol já me respondes,
O carmim dos teus lábios vai sorvendo
Meus beijos, onde, a chama se esconde
Na aura do teu sorriso amanhecendo...

Tu vens na delícia de um céu suspiroso,
Céu de vontades, por ti, os céus inteiros.
O amor aqui exulta ao tempo frondoso,
Quanto mais te vejo, mais eu te desejo...

No teu olhar essa Artêmis transloucada,
Em luas de cópulas que acariciam o mar
Cintilando as delícias num leito. Amada,
O que se gira no amor vem em nós aluar...

A lua molhada se apresenta em domicílio
E nos teus braços com o direito venturoso.
Sendo o combustível do amor em rastilho,
A noite aponta delícias, bate palma o gozo...

Mesmo quando ora te fechas, ora te rasgas,
Eu escuto o teu corpo que canta os desejos.
O amor vai amar...  Já amando, se declara,
Teus lábios: polpa de cajá, sabor dos beijos...

O Sibarita

RÁDIO HUMAITÁ, Ô COISA BOA!
www.radiohumaita.com.br

10 comentários:

Desnuda disse...

Bom dia querido Sibarita!

O que dizer quando "O amor vai amar... Já amando, se declara" ? O que dizer ao Poeta? Aplausos!!!

Beijos no ♥

Minha vida de campo disse...

Belíssima poesia. Ter um homem assim apaixonado loucamente por uma mulher deve ser a melhor coisa da vida. ô coisa boa, hahaha
Tenha um ótimo dia.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vanuza Pantaleão disse...

Beijo com sabor de cajá...que coisa boaaa!!![risos]
Amigo, obrigada pela gentileza quanto ao Dia da Mulher que, acredito eu, não deveria existir se todos se respeitassem mutuamente, mas o mundo não é perfeito, não é mesmo? Daí, precisarmos dessas datas marcantes para nos lembrarmos dos direitos do outro.

Teus poemas são assim, têm todos os sabores dos frutos das terras baianas, e todos nós adoramos saboreá-los.
Beijinhos mil!!!

Lu Nogfer disse...

Que lindo, Siba. Concordo com a Vanuza. Teus poemas são doces!

Linda noite, poeta.

Beijo.

Olhos de mel disse...

Uau, Siba! Que delícia ler sua poesia!... Amor, desejo, sonho, delicadeza, razão e emoção, tudo junto em cada verso, que parece mais uma canção...
Beijos

Olhos de mel disse...

Uau, Siba! Que delícia ler sua poesia!... Amor, desejo, sonho, delicadeza, razão e emoção, tudo junto em cada verso, que parece mais uma canção...
Beijos

Vieira Calado disse...

O poema é belo!
pena eu nunca ter provado esse cajá...
Um forte abraço!

Vivian disse...

...nossa, deve ser uma delícia
um beijo com sabor de cajá!

rsrsrs

êita que este poeta e arretado!!

bjssssss

helia disse...

Uma bela e deliciosa Poesia !