sexta-feira, julho 17, 2015

SUTIL

Sutil

Grácil e ao além nos lampejares a noite cingia
E aos teus lábios róseos que o carmim deflora,
A tua boca povoava-me dos teus batons orgias,
Abrindo-me confins invisíveis ao vir das horas...

E nos céus, viçavam as alvoradas das quimeras,
Exalando os crisântemos em meu leito bendito.
Como foi longa a chama integral da tua espera,
Íntimo do teu ser, início de ti em que me atiço...

É do teu corpo as vontades, e da tua ausência,
O feroz de mim alheia-se no princípio ou final.
E uma nuvem de algoritmos invade a essência,
Codificados por entre gemidos do apego venal...

Doce é ver-te entregue e nos meus ais vencida,
Jurar-te aos céus: amor fecundo em ti revelado.
Dentro do meu peito o afeto melhor que a vida
Vendo-te em gozos, os teus olhos desmaiados...

O teu nome é amor, o desejo brilha como fogo,
Com a força extraída do teu seixo ao que amas,
Aceno-te a elidir a pedra dentro de ti e no rogo,
Minha rocha! O teu íntimo substrato, chamas...

O Sibarita

Web Rádio? Se ligue!

www.radiohumaita.com.br

Humaitá Web Rádio, a música das boas!

11 comentários:

brisonmattos disse...

desse substrato, colocado com sutileza num porta-amostra, guardo com carinho essa poesia.

Sarinha Freitas disse...

Menino! Oi que bom! Agora num só clique, via FB, caio no O Sibarita :)


Que maravilha! É todo ouro cada verso, a imagem que passa, todo sentimento que flui.

Beijos amado

Pérola disse...

Quanta intensidade e ardor.

Beijo

Vivian disse...

...sutil
e ao mesmo tempo....intenso!

lindo demais!

beijo, poeta!

Ghost e Bindi disse...

É tanto amor, tanta entrega, tanto lirismo nesse poema, que é como o embalar da rede por entre os coqueirais: doce, poético, prazeroso, e sem necessidade de explicações.
Lindos versos, Poeta.

Um abraço, e desejos de um ótimo final de semana!

Bíndi e Ghost

Vanuza Pantaleão disse...

Final de tarde de uma segunda-feira calma e quieta, e aqui, tão só, desfruto sutilmente da tua doce poesia.

Amigo, logo mais, nossos pensamentos estarão unidos em preces...
Beijos, gratidão e muito carinho!!!

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, gostaria de continuar escrevendo, mas recebi a notícia das férias do meu marido. Vou dar uma paradinha, mas volto.
Você me espera?
Tchau, tchau, meu baianinho querido!Bjssss

Uma aprendiz disse...

Oi, Sibarita

Passei para matar as saudades e deparo com mais uma de suas belas poesias.

Parabéns!

Continuo sua fã.

beijos

Minha vida de campo disse...

Lindo poema, o amor tem que ser renovado e vivenciado a cada momento, se não murcha e acaba morrendo.
Tenha uma ótima semana e feliz dia do amigo.

Bandys disse...

Voce nasceu predestinado a criar poesias belas.
Buscar la na alma o seu melhor. E aí da nisso.
Lindo..

Seu moço, vc não esta no meu caminho não??
Pensei que estava um tempão, mas oia eu ainda vou te achar, kkkkkkkki

Obrigado pelas palavras de aniversario, gtadecida viu::

Beijos beijos

Kátia disse...

"O teu nome é amor, o desejo brilha como fogo,
Com a força extraída do teu seixo ao que amas,
Aceno-te a elidir a pedra dentro de ti e no rogo,
Minha rocha! O teu íntimo substrato, chamas..."

Esse menino OBRIGADA! =)