segunda-feira, maio 21, 2007

Oráculo

Oráculo

A palavra é escrava do silêncio
E despe da alma a burka do coração
Do amor a pilhagem do sentimento
Espalhando fantasias à tua perfeição...

Palavras, brilho enigmático, por vezes,
Penduricalho, picadeiro, açúcar com mel
Despertando melodias ou veneno com fel
É vertigem do coração no fulgor da nudez...

As palavras na escuridão são mágicas
Semeiam as luzes na vigília da insônia
Então, fita-me a noite, poesia letárgica
Em versos visíveis de faces invisíveis...

Não sei se as palavras são fios de uma navalha
Cortando, sangrando, revelando o peito no abismo
Onde, o poeta navega sem bússola no nevoeiro
Em que deuses e Serafins são os timoneiros, cismo!

As palavras que desfilam no céu da minha cabeça
Germinam os versos, retratam os desejos, ouro fino!
Não fingem a dor nem o brilho estrelar da noite.
Relicário do pensamento fazem rotas, mudam destinos
E no silêncio dos olhares ao avesso colhem os açoites...

O Sibarita

12 comentários:

Menina do Rio disse...

Quero sabero que o Oráculo diz pra mim...

beijinhos de menina

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
"Não sei se as palavras são fios de uma navalha
Cortando, sangrando, revelando o peito no abismo
Onde, o poeta navega sem bússola no nevoeiro
Em que deuses e Serafins são os timoneiros, cismo!"

E depois, eu é que tô que tô, né?

"Relicário do pensamento fazem rotas, mudam destinos
E no silêncio dos olhares ao avesso colhem os açoites..."

Meu cumpadi tá cada dia mais inspirado e inspirador.
É por isso que vou te repassar um desafio. É isso memo. Vai lá no Som&Tom e vê o que é.

Beijão

Juℓi Ribeiro disse...

Lindo!

Tens toda a razão,
as palavras
tem toda esta força
que nos teus
versos repassas.
Bela construção
de palavras e sentimentos!
Obrigada pelo carinho
de tua visita.
Um abraço.*Juli*

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

palavras que silenciam as minhas...
beijos

cris disse...

Oi queridoooo!!!!
Antes de mais nada, belo texto viu.

Quanto aos comentários no meu blog, vamos as explicações:

- o wordpress tem mania de bloquear comentários que ELE considera spam, daí eu tenho de entrar na página de administração e liberar todos, semana passada fiquei sem internet e acabei nem olhando, mas já liberei os comentarios (você não foi a única vítima desse caça-spam desnorteado) e queria aproveitar pra pedir sua autorização pra divulgar a síntese do livro que me deixou. Realmente é uma das historias que marcou minha vida, além de O perfume e 79 Park avenue. Será que encontro em algum sebo?

Querido, mais uma vez desculpe o mau entendido viu, você é, sempre foi e sempre será muito bem vindo com sua inteligência e carinho.
E se eu não bloqueio nem comentários grosseiros, imagine os seus, sempre tão simpáticos e atenciosos.

Faço questão de sua opinião sempre viu moço?!

Um beijão no coração iluminado.
Boa semana!!!

Nilson Barcelli disse...

A palavra é tanta coisa e também tudo o que você disse.
E é à custa delas que o Oráculo nos vai dizendo aquilo que nós já sabemos...
Belo poema, como sempre.
Abraço.

Irene Pinheiro disse...

"E no silêncio dos olhares ao avesso colhem os açoites..."

com o perdão da palavra... foda! adorei esse trecho, adorei mesmo!

bjs, fica bem!

Mila disse...

Sempre surpreendendo...

cris disse...

kkkkk, Querido!!! Adorei seus comentários (sairam todos viu), sobre os livros, eu adoro o jeito do Robbins escrever, bem venenoso. Eu achei 79 Park avenue por 5,00 num sebinho aqui perto de casa, até gritei!!! kkkkkkkk adoro sebo por isso, tudo que a gente pensa que não vai encontrar, tem lá! até bula de remédio...

Agora, cá entre nós, precisava me deixar babando com aquela moqueca? precisava? ainda deixa claro que é "cocô ralado MESSSSMO". e eu nem gosto de comida baiana né? tô até sentindo o cheiro. Pior amigo, que tenho alergia a frutos do mar, então imagine a vergonha da pessoa pedir pra preparar o prato mas "sem os camarões"!! o povo me olha como se eu fosse um extraterrestre!! Mas não tô nem ai, eu gosto e peço assim mesmo. Acho que tá no sangue.
Agora verdade seja dita: não adianta a gente inventar, tentar, só baiano pra cozinhar desse jeito mesmo.
Ahhh, outra coisa: não se engane viu, pode parecer, mas não sou tão magrinha assim não. É que sou pequenininha...rsssss
Casamento? Ahhh meu amigo, é a melhor coisa do mundo, com todos os altos e baixos. A gente tropeça aqui, cai ali, e de repente tem aquela mão grande pra segurar e levantar a gente. Aprendo sempre, erro sempre e vou amar sempre!
E adoro comentários extensos viu, adoro os comentários que recebo no meu blog, vc já deve ter percebido que são poucos, mas são deliciosos de ler! Então, pode caprichar.
As Santas?
Ganharam um post dedicados a elas...
Um beijão, obrigada de coração pelo carinho viu!
E da próxima vez, manda uma moquequinha por sedex...

Juℓi Ribeiro disse...

Querido amigo:

Voltei
para falar sobre
O DIA INTERNACIONAL DA CRIANÇA DESAPARECIDA
"25 DE MAIO"

Vamos nos unir através
da solidariedade,
demostrar nossa tristeza
pelo sofrimento
destas famílias.
Não só neste dia,
mas em todos
os dias do ano.
Pedir as autoridades
que tomem providências
mais rígidas
sobre este assunto.
Fazer uma preçe para abrandar
os corações destas pessoas
que afastam estas crianças
dos seus lares e provocam
tanta dor e sofrimento.
Um abraço carinhoso.*Juli*

Bruxinhachellot disse...

"A palavra é escrava do silêncio."
As palavras podem nos surpreender, tocando a alma com leve pluma ou com garras de aço. O poeta, este ser abominável, vive à deriva sem nunca encontrar um porto seguro onde atracar.

Beijos de vinho e rosas.

Rosario Andrade disse...

Bom dia!
...as palavras. As tuas, realmente, filigrana. Ouro puro!

Bjicos