sexta-feira, novembro 23, 2007

RELICÁRIO

Relicário

Lembrar-te-ei e resguardarei os meus passos
Na suavidade da paisagem em que modula
A freqüência das cicatrizes... Eu me refaço
Em carne rubra de desejos que o amor anula...

Decifras, então, as noites que nos rodeiam
Em que o amanhecer ruminando ventanias
E por teu desejo me queres preso a tua teia
Fios cândidos, tênue das horas em agonias...

Dar-te-ei uma flor, roubar-te-ei um beijo
E tudo diz no infinito... Entrego-me e ouço
Sob a mesma noite que nos cobre, e vejo!
Do teu olhar a melhor parte do meu corpo...

Diz-me então, se há regras, se o fogo avança
Ou se é para o teu olhar que estou correndo?
Dos olhos em que busco o amor, em si estanca
Ora! Direis do meu coração que está morrendo...

Pasmo! Sobre a angustia do pensar e no alude
Desse manto na vertigem do azul céu/lua, tateio!
Então, entrego-te em luz o que a boca não te diz
O outono desses versos apontados para o teu seio...

É... Mas, dos teus olhos de primavera acesa
Colho brancos lírios, encontro desejos e fuga.
Oh doce estrela, não sei se a paixão é avessa
Ou se ébrio de ilusão o destino faz o caminho...

O Sibarita

18 comentários:

Maria disse...

"Diz-me então, se há regras, se o fogo avança
Ou se é para o teu olhar que estou correndo?
Dos olhos em que busco o amor, em si estanca
Ora! Direis do meu coração que está morrendo..."

Mas esta dedicatória é muito bonita.....
Vejo que já chegou a casa, como vai painho?
Um bom fim de semana, Sibarita
Beijo

(quando eu voltar aí cê vai me contá tudo sobre o Pelourinho kkk brega kkkk tá?)

Olhos de mel disse...

Meu conterrâneo, voltou e em grande estilo, heim? Que bela poesia!.. Existem palavras que não precisam ser ditas... Os olhos recitam. O amor traduz o que o brilho do olhar induz!
Bom fim de semana!
Beijos

Fátima disse...

Amigo,

Que bonita poesia, "colho brancos lírios, encontro desejos e fuga" lindíssimo!

:-) Beijinhos

Alice Matos disse...

A tua escrita é sempre linda, Sibarita... Sou fã... sabias?

Hoje é Dia Mundial contra a Violência de Género...

"Aqui fica a minha solidariedade para com todos aqueles que sofrem, no corpo ou na mente, da violência dos que se julgam muito fortes mas não passam de reles cobardes..."

Beijão...

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
Já está de volta à terra?
Linda dedicatória.

Beijo grande

Saramar disse...

Como me emociono com a beleza ímpar dos seus versos.
São líricos e docemente sensuais e o amor mais apaixonado surge em cada verso com imagens belíssimas.

Adoro todos e me inspiro muito lendo-o.

beijos

Déa disse...

De volta a terra boa, pelo visto. Bem vindo!!! Beijos

Renata Belmonte disse...

Oh... Siba! Ando sumido, né?
Aparece!
Abraços,
Renata

Olhos de mel disse...

Passei pra lhe ver e deixar beijos com votos de uma semana feliz! Cheia de realizações!
Beijos

Alda Inacio disse...

Nossa baianinho, tu és da pesada meu filho ! Grande poeta e depois vem dizer que escrevo bem? És tu o enluarado meu amigo e fico feliz quando passo aqui e leio uma coisa tão linda destas. Parabéns seu moço ! O sangue da Bahia ferve em tuas veias...e das baianas também vejo !
Obrigada pelas mensagens no SOS, é um prazer te ver por lá.
Grande abraço.
Alda

Menina do Rio disse...

Uau!
Entrego-te em luz o que a boca não diz...

Deixo um beijo pra tu, viu?

Sol da meia noite disse...

Lindo poema!
O olhar, tudo revela...

Beijinho

Oliver Pickwick disse...

Mas rapaz, até que enfim você resolve dar as caras, hein? Você soube, não é? Lhe procuramos no HGE, Roberto Santos, e até no Nina Rodrigues.
Meu rei, você anda ultimamente com umas companhias femininas prá lá de esquisitas: dona Valda - aquela que coloca o nome dos outros em boca de sapo; e agora, me aparece com essa tia Tidinha.
Mas descobri tudo, na verdade você passou todo esse tempo fora do ar, só pra criar este verso: "...Em que o amanhecer ruminando ventanias..." Você até que é rapidinho, hein? Eu mesmo não faria um desses nem em dois anos.
Abraços, e tenha a melhor das semanas!

São disse...

"O destino faz o caminho" pela nossa mão!
Gostei de aqui entrar!

Diannus do Nemi disse...

.

Seria isso saudade? (:

Bela homenagem.
Abraço!

.

SILÊNCIO CULPADO disse...

"Talvez ébrio de ilusão o destino faça o caminho". Porque há sempre um caminho para quem ama e sabe procurá-lo. Para quem tem a tua sensibilidade para remexer no âmago dos sentimentos. Sim, para esses haverá sempre um caminho.
Hoje tenho um post no Notas Soltas & Ideias Tontas (http://notassoltasideiastontas.blogspot.com) em que fiz um apanhado de dados oficiais sobre os "cancros" que o país padece e que mostram, de forma nua e crua, as realidades com que nos confrontamos.
Se tiveres um pouquito de tempo gostaria de ouvir a tua opinião sobre temas tão gritantes quanto aqueles.

Sol da meia noite disse...

Venho deixar um beijinho e um obrigada pelas palavras, num post para mim tão especial...

*

Nara Senna disse...

Amigo, Sibarita...
Percebi sua falta e temi que algo estivesse ocorrido. Saudades...
Mas, no fim, sempre está bem... Com suas poesias incomparáveis...

Se cuida, meu amigo virtual...
Bj