sábado, abril 25, 2009

TÁ REBOCADO! SÉRIE JAUÁ

Na foto, o pássaro Jauá, o qual empresta seu nome ao lugarejo e praia. Ai é a chegada para a praia, vê-se onde está o Jauá o Rio Capivara que se encontra mais adiante com o mar.

Tá rebocado!

Ah, em Jauá, tudo flutua, voa, revoa
Percorre, corre, escorre, passa, repassa...
A nigrinha, valha-me Jesus, é toda boa!
Ela olha-me, disfarça, em plena ressaca,
Na abóbada, a lua côa, escoa, ressoa...


Caô, caô! O Coro come, ai Deus! A fila anda, fia!
Humm... Eu de short e sem camisa na beira mar
Entrego-me nessas noites quentes e sem agonias
Onde, cintila a lua crescente iluminando toda Jauá.

A tô tô meu Pai! Estou no olhar daquela dona moça
E o que ouço é o tic-tac do seu coração de rochedo
Em desérticos céus de sorrisos largos de mariposa
Batendo no sentido anti-horário dos meus desejos...

Piro! Viajo na maionese, quero os teus lábios que brilham
Naquele batom carmim buscando os caminhos da tentação.
Mainha, sei... Tu na cumplicidade dos meus sonhos fervilha,
Agora, é tempo! Eu, livre e solto no ventre da tua perdição...

Valha-me Deus! Ôie... Esguia taça de âmbar salpicada
De ardências e quereres, rastro ágil de corça em relva.
A brenha dos teus olhos me confunde e eu te faço fada,
No imo do meu coração, felino tropel, rompendo selva...

Faça fé! Minha nega, por dentro e pelo avesso eu navego
No mar do teu corpo, onde, adentro no teu porto sem véus.
Busco em ti os caprichos dos dias aos teus olhos tão cegos
Sem nenhum sinal de querença. Oh! Vem me namorar céu!

Tá rebocado! O teu Corpo, eu desfolho, enquanto, arquejo
Nos suspiros. É, noite perfeita de luar prateando o teu tudo.
Cobiça em brasas qual colibri que sorve a flor num beijo,
Diz-me, e ai? Não me negues! Cruz, Credo! Te desconjuro...

O Sibarita

BAIANÊS USADO:

Nigrinha – Mulher desejosa, mulher que flerta, faz charme, uso normal aqui.
Caô, Caô - Atenção.
O Coro Come - O jogo é duro.
A Fila Anda - Termina o namoro e já tem várias(os)querendo.
Fia, Fio - Nome carinhoso pelo qual chamamos a quem gostamos.
A Tô tô Meu Pai! - Saudação ao Orixá Ogum de Ronda pedindo proteção.
Dona Moça - Mulher que se diz virgem sem ser. Também, mulher da vida.
Mariposa - Mulher da vida, profissional do sexo.
Piro - Fico maluco.
Viajar na Maionese - Ficar zen, contemplativo, sonhando.
Mainha - Nome carinhoso, sensual demonstrando desejosos a uma mulher.
Valha-me Deus! - Pedindo proteção divina.
Faça Fé - Afirmativo, acredite.
Minha Nega - Demonstração de carinho a uma mulher.
Tá Rebocado! - Acredite, pode crer.
Toda Boa - Mulher de corpo bonito, gostosa.
Desconjurar – Excomungar


12 comentários:

Uma aprendiz disse...

Oi, fio

pelo jeito essa série vai esquentar kkkkkk

Adorei!

Que foto linda, esse lugar realmente deve ser maravilhoso.


Bom fim de semana.

beijo na testa

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Sibarita, cabra gente boa demais você, meu fi. Sangue bom, homi do bem, criatura que sabe deixar qualquer momento pra cima... o momento até gosta desse seu jeito sedutor com as palavras cheias de gingado baiano. Paramos pra ler seus comentários e ficamos naquela risada boa... Ah se todo mundo tivesse um Sibarita assim, de bem com a vida assim, tão espirituoso assim. Tomara que esse seu texto seja para a sua Negona Rastafari, porque se o Jota Cê escrevesse um desse naipe e não colocosse no final que era pra DONA MOÇA aqui, o negócio seria aquele DEUS "O" ACUDA...kkkkkkkkkkk. Sou só um tiquinho, ciumenta... ele sofre que só a peste... Quando eu tenho aquele ataque doido, sou pior do que dor de dente na gota serena..kkkkkkkk... Ele come no miúdo e aí dele se disser que o tempero é ruim.

=]

Sibarita, um prazer imenso, de coração mesmo, ter você entre os nossos. Gostamos demais do seu jeito de ser, de brincar, de divertir um dia com suas palavras que sabem sorrir.

Beijo grande.

Rebeca

-

Maria disse...

Hoje, eu digo apenas que gostaria de estar em Jauá, para descansar... kkkkkkkkk

Beijo, Sibarita e um cravo vermelho!

bat_trash disse...

Porreta!
Mas atôtô não é uma saudação para Obaluaê?
Bem, não entendo nada de espiritismo mesmo...rsrss.

Beijão.

Corações & Segredos disse...

No mar do teu corpo, onde, adentro no teu porto sem véus.
Busco em ti os caprichos dos dias aos teus olhos tão cegos
Sem nenhum sinal de querença. Oh! Vem me namorar céu!

Beijos de Saudades

Anônimo disse...

OI!!
DESDE APRIMEIRA VEZ QUE LI ESTA POESIA, ELA ME ENCANTOU. QUANDO A LESTE PRA MIM ENTÃO... SOCORRO!!
DELICIOSAMENTE BAHIA, DESEJOSAMENTE SIBARITA, ADORAVELMENTE VOCÊ.

BEIJOS DESTA FÃ DOS TEUS VERSOS,E UM ABRAÇO FORTE, DAQUI DE LONGE

Bruxinhachellot disse...

Êita minino arretado! O ponto mais interessante de sua poesia para mim é conhecer e entender o dialeto usado em sua arte.

Beijs doces de seu sabor preferido.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu fio!
Como disse a Etelvina, essa viagem a Jauá,faz com que sentíssemos o paraíso a nossa volta.
E nessa trajetória a noite, promete aos amores.
Que lugar lindo e aconchegante ao prazer, sob esse luar iluminado de Jaúa.
Nossa, nem quro pensar , o coro come mesmo.
Estás rebocado!!!!!!!!!!!!!!!!!
Fio, muita paz, amor e luz.
Que mestre Jesus abençõe vc. e painho.
Beijos de saudades.
Te gosto muito!!!!!!!!!
Já cheguei.
Sinta a paz da noite,
descanse seu corpo e sua alma
tenha lindos sonhso e se possível comigo.kkkkkkkkk
E que Deus, possa lhe abençoar muito...
Que sua noie e de painho sejam tudo de bom!.
Beijinhos doces, fio.
Regina Coeli.

Peter Pan disse...

Talentoso Amigo:
Deve ser um Ser humano fabuloso.
Escreve lindamente com um sentir poderoso de veracidade, amabilidade e gigantismo literário profundo.
Que fabuloso, é um eterno admirador das lindas Damas de sonho. E, isso, é agradável, normal e belo, como elas o são.
Faz-lhes incríveis homenagens que valem ouro.
Gostei imenso.
Abraço de amizade e imenso respeito.

P.P./Pena

Sempre a lê-lo atentamente.
Brilhante, o que escreveu.
Sempre a admirá-lo com estima...
OBRIGADO pela sua fantástica amizade e visita.
Bem-Haja, amigo enorme!

Pena disse...

Oh, Admirável Amigo:
Que lindo poema escreveu com uma sensibilidade fabulosa. Pura. Direccionada às damas de sonho. Sim! São lindas. Todas.
Quanta beleza e brilhantismo jorra de si e da sua forma notável de escrever versos geniais e de imenso talento.
EXTRAORDINÁRIO versejar, amigo enorme.

Abraço forte de amizade, estima, respeito e consideração...
Maravilhado...

pena

OBRIGADO pela simpatia no meu blog que adorei.
Bem-Haja, precioso amigo admirável.

Oliver Pickwick disse...

Desconfio que a praia de Jauá exerce sobre você um efeito análogo ao da kriptonita vermelha sobre o Superman. Não me refiro a famosa kriptonita verde, esta é mortal para aquele super-herói.
A cada dia você aprimora o "dialeto". Sem o dicionário anexo, muitos não entenderiam.
Um abraço!

Desnuda disse...

Além da beleza da foto este poema lindo!


"..Faça fé! Minha nega, por dentro e pelo avesso eu navego
No mar do teu corpo, onde, adentro no teu porto sem véus."



Que versos maravilhosos, Sibarita!!!

Beijão