quarta-feira, maio 20, 2009

REZA

Reza

No papel branco escrevi o teu nome chamando,
É no feitiço baiano! O teu nome na boca do sapo
Solto numa encruzilhada de sete vias coaxando
Sob noites de desejos ao som dos atabaques...

Com duas pétalas de bem-me-quer eu me benzo
Com três folhas de guiné tiro o mau olhado de ti
Com um banho de vence tudo, Atô Tô, eu te venço
E com sete Espadas de Ogum eu ti trago para mim.

Ó bem-amada que sobre ti descanse a lua, o luar
Que em ti encerras na crucificação deste amor
Já arrefecido no infinito do céu e mar de Jauá...

Ai Ogum, o olhar refinado da moça mira a noite
Inquieto e frio, suspenso no vazio, foge de mim
E não sei se essas luas minguadas são de açoites...

O Sibarita

12 comentários:

Bandys disse...

E a reza é boa né fio??
Que bom !!

Tudo vai dar certo

beijos

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Sua poesia me fez lembrar da minha mãe, ela sempre acreditou em benzedeiras e mandingas.

Eu cá, coloco minha "barba de molho" kkkkkkkkkkkkkkkkk

E viva o amor.

beijo, de sua amiga paulista

A Senhora disse...

Boca de sapo?! rsss
Tadinho do sapo... rs
Mas se dependesse dos seus conselhos, eu já teria uma porção deles com papeizinhos amarrados à boca.rss

beijocas

PS: sim, sou compulsiva e escrevo todos os dias. Quando não coloco aqui, é porque estou escrevendo um enorme... rsss

Oliver Pickwick disse...

Original e diferente, Sibarita. Sincretismo versejador e democrático, inclui até a Estrela da Davi.
Sua poesia diversifica a cada dia.
Um abraço!

Desnuda disse...

Que reza forte, Sibarita hahahahahahahahahaahahah! Deste jeitinho.... escrito assim, todo ajeitadinho com belos versos em forma poética ficou lindoooooooo! Não há quem nao fique enfeitiçado pela magia do amor! Ow Ow viva o amor!


* Tenho um lado mineirinho, adquirido, parecidinho com o baiano, bem preguiçosa, viu? Uai! kkkkkkkkkkkkkkkkk. Mas já postei hahahaahha... Tb ontem minha conexão tava péssima!


Lindo fim de semana! Beijo

paula barros disse...

Valei-me São Joaquim, que o homem desunerou de vez. ´Que isso Fio?

Não sabia desse seu expediente. rsrsr E o pobre do sapinho.

A lua de Jauá, vai crescer, ficar nova e cheia e iluminar o seu caminho.

Que sua amada acorde com o som do seu coração, com a cantiga dos seus poemas, com suas risadas maravilhosas.

Atô, Tô...que o amor vença.

beijos

Estações da Vida disse...

Oi, Nelson. Que o amor, doado espontaneamente, sem mandingas, vença sempre!!! Dizem que mandingas podem trazer a pessoa amada até você, mas não por muito tempo...e o que queremos, pelo menos a maioria das pessoas o deseja, é um amor intenso e duradouro, não é verdade? Beijinhos.

Pena disse...

Brilhante Poeta Amigo:
Um fabuloso sentimento e, pensamento versejados extraordinaramente, e "alucinantes" de beleza e poesia autêntica...Isto é poesia!
"...No papel branco escrevi o teu nome chamando,
É no feitiço baiano! O teu nome na boca do sapo
Solto numa encruzilhada de sete vias coaxando
Sob noites de desejos ao som dos atabaques...

Com duas pétalas de bem-me-quer eu me benzo
Com três folhas de guiné tiro o mau olhado de ti
Com um banho de vence tudo, Atô Tô, eu te venço
E com sete Espadas de Ogum eu ti trago para mim.

Ó bem-amada que sobre ti descanse a lua, o luar
Que em ti encerras na crucificação deste amor
Já arrefecido no infinito do céu e mar de Jauá..."

FANTÁSTICO, amigo! Apesar de eu ser homem, muito homem, VOCÊ, ENCANTA!

Abraço de respeito e OBRIGADO pela sua preciosa amizade.
Incrédulo perante tanta magia de fazer versos que jorra de si...

pena

Corações & Segredos disse...

Amadinhu!
Saudades de vc meu Rei!

"As mais lindas palavras de Amor são ditas no silencio de um olhar"....

Beijos e que sua semana seja radiante...

João C. Santos disse...

Olá,
permite-me que use o teu espaço para apresentar o meu primeiro livro, «Ausência de mim», editado no dia 24 de Abril pela EdiumEditores .
Obrigado.

Deusa Odoyá disse...

Olá, meu lindo Nelson!
Saudades desse meu amigo querido.
Concordo com tudo que a nossa amiga das Estações da vida escreveu.
Mandingas só sevem para enganar os corações, pois depois de algum tempo,seu encantamento acaba.
Mas vou dizer essa sua poesia Reza está porreta!!!!!!!!!!!!!.
Como vc. fala das minhas.
Que as noites de lua cheia em Jauá, te cubra de bençãos e amor.
Muitos cheiros e saudades, meu lindo e amado amigo.
Beijinhos de muitas saúde a painho.
Te gosto.
Sua amiga e companheira de blog.
Fique na paz.
Regina Coeli

Professorinha disse...

Ando a precisar umas rezas também...

Bjs