sábado, abril 21, 2012

LÁ ELA...

Lá ela...

Donzela esvoaçante, toda boa de corpo
Fidalguia no falar e gingado maledicente.
Boa leitora dos desejos, cheia de escopo
E no jogo do vamos ver um olhar inocente...

Lá ela arrepiou, arisca, caiu no reggae
Renegou, entregou-se, no mundo caiu.
Aos passos largos a lua de perau segue
O mar das lágrimas do amor que aluiu...

Ômodeu! Toda tirada a porreta padeceu
Na distância: quimera, sombra, desígnio.
O luar nos olhos descambados escureceu
Todos os orvalhos na flor do teu vestígio...

Mas, ainda guarda no alforje a mocidade,
A feição fresca de outrora e a tinta arejada
Nos fios de cabelos dessa madura idade
Até que se converta em cinzas, em nada...

Orvalho seco no ar, lágrimas não as terá!
Os teus lábios de sal-gema com auguras,
Salobros sóis frios das auroras no beijar,
Lápide caiada de bílis e de armaguras...

E esse murmurar das palavras tão chãs,
Vestidas do medíocre oratório instigante
Dos magarefes de feiras ordinárias e vãs
Neste poema infame e chasco elegante...

Se rete não, viu? Perdoe-me pela sátira,
Mande-me notícias dos cegos arquejos
Que te envio lembranças dos uis e ais
Balbuciados no boca a boca dos beijos...

Aimôpai! (kkk)

O Sibarita

11 comentários:

Olhos de mel disse...

Oie Siba; Fica assim não, viu? Creia, tudo tem seu tempo. Nem sei o que dizer. Mas gostei da elegante poesia, apesar de todos os queixumes...
Bom fim de semana! Beijos

Desnuda disse...

Querido Siba,

Aimôpai exclama o leitor! hahahhaa

Dizer o que heim?


Beijos com carinho querido amigo. Um maravilhoso domingo Siba.

Uma aprendiz disse...

Quem
além de um poeta
para derramar-se em prosa
para despejar em letras
o que vai no coração
Quem
mais que tu
para nos emocionar
seja qual for o tema
rabiscado na alma
Quem? Quem? Quem?
Si...
Siba....
Sibarita


Bom domingo!
beijos no coração
afago na alma
e vamos tocar o barco pra lapinha kkkkkkkk

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, meu anjo baiano, tu és dono e senhor dos poemas mais instigantes que já li.
Migo, meu maridinho viajou e ando aqui, caidinha de saudade, nem tenho vontade de ver blog na minha frente, só venho aqui por vocês, por amigos que nem tu. Mas logo, logo ele volta e a alegria vai voltar ao meu coração.
Te adoroooooooo!!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Quero te agradecer pela companhia como tb por ter passado a autora do texto que postei no blog, obrigado.

Estou sem tempo para visitar meus amigos, meu filho e minha nora estão de férias em casa, estou curtindo-os, para postar dou uma corridinha aqui e não deixo meus amigos sem posts novos.

Uma excelente semana para vc.

Um gdeeeeeeee abraço.

beijooo.

Claudinha ੴ disse...

AimoDeusu!
Esse homem está que está! Mas a saudade faz com que as palavras fiquem mais lindas... Ela está voltando, por aí, pelos mangues contando estrelas... Um beijo!

Bandys disse...

Sibaaaa,
A distancia faz essas coisas com a gente. Mas não se avexe não logo logo tudo se acerta.

Bora ser feliz!!

Beijos
PS:as vezes quando não aparece é que eu to viajando...mas me aguarde que apareço.

Cris Teles disse...

Que lindeza môpai!!! Bjos

ELANE, Mulher de fases! disse...

Tantos queixumes, mas bela poesia mesmo, aimopai, e a moça, será q está bem?kkk
Siba, obrigada pelas visitas maravilhosa visse??entao, a idade pode chegar, mas a beleza da alma prevalece né???
xeru e ótima quarta pra vc!!!!

Anônimo disse...

Oi meu amigo Siba.
O que dizer de tudo que escreves.
Simplismente lindos.
Muita paz e luz em sua vida.
Regina coeli

► JOTA ENE ◄ disse...

Muito bom, gostei !