terça-feira, março 26, 2013

REMISSÃO


Remissão

Acendem-se as novas réstias de luzes já é quarta-feira,
Os desejos aflorados, eu voltei ao mundano. Ôie Baco!
Na cena: eu, o profano e ela, a lua, obscena por inteira
Depois de 40 dias nas cinzas, eu o Dionísio, me refaço...

Nestes versos de remissão feitos para as donas meninas.
É que na Roma antiga, agora, é tudo orgia. Eu, o jogral
Remonta o anfiteatro. Das coxias abro todas as cortinas
No sétimo ato dos desejos que serão os dias de bacanal...

Então, desfraldo a bandeira do prazer. Faço o retorno
Dos amores frívolos e venais, aimôpai! Cumpro a sina.
Tenho nos lábios o sabor mel. No mar, o sol delicioso,
No alforje, a claridade dos gozos de todas as meninas...

Daqui para frente o fogo abundante das carnes atiçadas
Das mundanas da Conceição e da Montanha. Evoé Baco!
Tudo que deixou de ser nos gozos das moças recatadas.
Eu, o Sibarita recoloca o manto da sacanagem! Embarco...

Luz de todas as cores, na cor do sol, molusco em chamas,
Ai Deus! Todo esse fulgor, agora, se apresenta e se rende.
Desejos e bacanal navegam o mar de cobiças sem escamas,
Baco! Adeus quarta feira de cinzas, a delícia nos acende...

Abrigo-me nas imaginações das moças, o melhor do profano!
Fiz as minhas penitências em quarenta dias de abstinências,
Vigiei e jejuei e nenhuma donas moças, esqueci o mundano!
-Ressurjo, agora, purificado nos ramos de todas inocências...

O Sibarita
 
FELIZ PÁSCOA!
 
Baianês:
Obscena(o) por inteira(o) – Pessoa que sabe tudo do sexo.
Donas meninas – Mulheres profissionais do sexo.
Aimôpai – Ai meu pai.
Carnes atiçadas – Corpo de mulheres fáceis, mulheres da vida.
Mundanas da Conceição e da Montanha – Local de meretrício que ficam nas ladeiras da Conceição e Montanha.
 
 
 
RÁDIO HUMAITÁ PARA QUEM GOSTA DE MÚSICA!
 
 

17 comentários:

Olhos de mel disse...

Ei moço... já no profano? Lembre-se:
amanhã é dia de fechar o balaio...
Mas nesse embalo,
vai tu seguindo as meninas, nocentes? Nem tanto.
E eu, admirando teus versos, sigo e me seguro, senão caio.
Só tu mesmo Siba; evocar o Deus do vinho, mas quando tu foi santo?
Siba; ler teus poemas é fazer uma viagem maravilhosa! Amei a poesia!
Feliz Páscoa! Beijos




Vanuza Pantaleão disse...

Feliz Páscoa, Sibaaaa!!!
Vamos sair de Roma e ir lá para as estrelas?Rsrsrs. Pronto, terminou o sofrimento da Célia!
Amigo, beijinhos de chocolate!!!

LUZ disse...

Oi, Siba!

Vi, mesmo agora, suas palavras e votos pascais, nos meus blogues.

MUITO OBRIGADA!

Estou, com soninho, aliás, já estou dormindo, aguardando meu
"Príncipe", chegar.

Já li, ontem, seu magistral, corpóreo e sensual poema, que comentarei, depois.

Te desejo uma noite suave, sonhando com Princesas encantadoras e puras.

Beijo da Luz.

Evanir disse...


Que, na Páscoa, nossa fé seja revigorada pela
certeza de que Cristo ressuscitou e está entre nós.
O sentimento de Páscoa não termina,
ele sinaliza um novo começo da primavera
e a vida marca nossa amizade.
Feliz Páscoa Deus abençoe
tremendamente sua vida.
Beijos na alma carinhos no coração.
Evanir..

LUZ disse...

Boa tarde, Siba!

Como vai? "Pecando", não?
Claro que essa minha pergunta não é pra responder. É do foro pessoal, de cada um.

Então, esse seu poema é dedicado às trabalhadoras, às profissionais
do sexo.

Entrou no mundo profano, no bacanal e não conseguiu resistir a tanta sedução e apelo (carne é fraca, né)?

O poema está muito bem estruturado, e através dele podemos calcular e apreciar seus desejos, de seu "eu-lírico", melhor dizendo.

Que a luz, que atravessa seu corpo e sua mente, o iluminem intensamente.

TENHA UMA PÁSCOA VIVA E REDENTORA!

Beijos.

Jota Effe Esse disse...

Purificado? Assim como o cafetão do Bataclan? Muito bom texto! Meu abraço.

Bandys disse...

Siba,
Passando para desejar
BOM DOMINGO DE PÁSCOA! ♥
♥ Beijos coloridos!
Porque Páscoa é:
É mudar,
É partilhar,
É ter esperança,
É refletir,
É encontro,
É passagem para um mundo novo!

Beijos

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Adorando aqui ja seguindo
\0/!
Linda semana pra nós
Bjins
Catiaho Alcantara/Reflexo d'Alma
entre Sonhos e Delírios

vieira calado disse...

Olá, boa noite, meu caro!
Já passou a Páscoa, 2ª Feira de Pascuela está a ir, e eu acabo de chegar a casa, depois duns dias fora. E com muito restrito acesso à net.
Posso agora comunicar com os amigos e deixar aquele forte abraço.

ONG ALERTA disse...

Que nesta Páscoa tenha havido mais um renascimento braço Lisette Feijó.

Vanuza Pantaleão disse...

Dionísio, Baco, bacanal...legal, Siba!
Essa transmigração poética da cultura greco-romana para o nosso caldeirão tropical, o meretrício, mulheres da vida (nada fácil).
Sensual, gostoso, adorei!Beijinhos!!!

Minha vida de campo disse...

E ai guri? Gostei da poesia, depois de pecar o deus Baco te purificou.
Olha o machismo o homem apronta e sai ileso sempre. hahahha
Bjos e tenha uma ótima semana.

Claudinha ੴ disse...

Meu caro Siba, em que profanas as donas moças, exalta esta sua baianidade em poesia , da boa!
Um beijo!

Naty Araújo disse...

Páscoa, ainda?
Oh, rapaz, que houve contigo que não postou mais?
Se bem que estou no mesmo ritmo, né? rs.

Adorei a poesia. Cheia de ternura e encanto.

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Depois de tanta penitência, espero que tenhas recebido a remissão dos atos praticados e tão bem relacionados nestes versos.

Agora, quero ver até quando dura essa sua remição.

Um grande beijo.

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Sibarita!
Nesta altura de abstinência você anda na "gandaia"!!! Gostei imenso de ler o poema e de aprender novo vocabulário baiano.
Um abraço.
M. Emília

Desnuda disse...

Meninooooooooo.

"Sibarita recoloca o manto da sacanagem!"


Ih é? Aimopai!!! Sou inocente rapaz kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Diante destes versos muito crua rsrsrsrs O homem é sabido e tem borogodó.

Feliz Páscoa, porque celebramos a vida todos os dias com a sempre oportunidade de renovação.


Beijos com carinho