terça-feira, abril 09, 2013

REFLEXO

Reflexo
 
Egoísmo é o teu nome e secreto é o queixume.
Sob o céu, confidência de instintos insatisfeitos,
A própria afeição, esperança, aduba o chorume
Em serenos dias desconsolados no ar rarefeito...
 
Densidade chã do amor egoísta, sutil no vicejar,
Á meia noite do íntimo e do coração paixão, alí
Vindo morrer no limiar de ondas do teu rejeitar,
Acolhe qualquer lamentação, detém-se aqui, aí...
 
Sabes amor? Eis o que não almejamos conhecer
Até o epílogo, fronteira de estações em agonias
Que os ponteiros do relógio recusam-se a deter,
Ritmos cifrados: gemidos, fúrias de ventanias...
 
Em nós, início e fim se avizinham, a cruz indica
Virtualidade no seu núcleo ao amor existência,
Infinitos planos múltiplos que agora se abdica,
Dádiva ínfima: miúda doação na aquiescência...
 
Brincas com o avesso, estilhas do recomposto,
Teu interior é céu! O externo é poema e avidez.
Olhando as tuas fotos do cotidiano, o teu rosto,
É sentimento, onde há reciprocidade, há lucidez...
 
Desde que os querubins te anunciaram, em mim,
O teu sorriso Colgate emoldura o encantamento.
Do amor que principia os desejos jorrando em ti,
Céus, pela tua carne bem-aventurada, é alento...
 
Porém, aqui ressoa o despenhadeiro do coração,
Somos o cerne dos desejos sorvidos pelo tempo,
É que na tua afeição não existe doação e adoção.
-Relíquia, por isso, sempre observas o silêncio...
 
O Sibarita
 
Humaitá Web Rádio para quem gosta de música!
 

13 comentários:

Bandys disse...

Seu Siba,
É tarde ja e a luz é fraca e a vista ruim.
Essa letra eu nao consegui ler nada, hahahah. Sei que deve estar bonito, porque tu capricha na escrita.
Amanha eu volto aumenta a letra. kkkkk

Beijos

Olhos de mel disse...

Siba; sua poesia é muito linda, porém, triste;
versos sinalizando algo, que não sabe se de fato, existe.
Mas, as coisas do coração são realmente complexas,
difícil entender o outro, quando a dúvida persiste.
Beijos

mARa disse...

CaRaCoLes! eitcha lindeza de escrita!

Adoção
Doação
Ação
Teu sorriso Colgate
Emoldurando sentimentos...

Ok!

abço fraterno!

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Tal qual o título, há de se refletir se o que vemos nos outros não é exatamente o que sentimos/somos/fazemos/damos.

Sem dúvida, sua poesia é um convite a reflexão.

Muito linda. Parabéns!

beijos

Bandys disse...

Agora simmm sô!
Que letrinha é aquela menino?? ta zuando?? kkkkk


Siba
A única fonte de felicidade está dentro de você, e deve ser repartida. Repartir suas alegrias é como espalhar perfumes sobre os outros: sempre algumas gotas acabam caindo sobre você mesmo.”

Junto com seu texto belissimo.

Beijos

Eu Nos e os Sinos disse...

Ei!
Adorei o título em especial
pois é meu pseudônimo de poeta e escritora e nome de meu primeiro blog: http://reflexodalma.blogspot.com.br/.
Volto aqui ja ja.
Bjins
entre sonhos e delírios

Olhos de mel disse...

Siba; relendo e tentando colocar as coisas em ordem, em minha cabeça... Rapaz, as vezes você consegue dar um nó, nela.
"feição não existe doação e adoção.
-Relíquia, por isso, sempre observas o silêncio..."
Escutando Tortura de amor na Humaitá e adorando!
Beijos

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Poeta!
Você tem uma fonte de inspiração prodigiosa, meu caro Sibarita. O amor comanda a vida e é bom que assim seja.
Abraços.
M. Emília

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, meu anjo barroco!
Vou te dizer uma coisa ao pé do teu ouvido: a tua poesia, assim pra mim, é uma escultura, uma obra de arte burilada. Não, hoje não vou comentá-la...só quero acariciá-la.
Beijos, amigo querido!

Cadinho RoCo disse...

Tem gente de tudo quanto é jeito nesse mundão de meu Deus.
Cadinho RoCo

Evanir disse...

A esperança vive em mim,
amanhece comigo,
percorre o dia todo
e, quando anoitece, ela está ainda mais fortalecida
Desejo a você
que também tenha sempre a esperança,
que ela permaneça sempre em seus pensamentos.
Que as estrelas iluminem e guiem seus passos.
Que Deus abençoe seu final de semana.
Beijos no coração carinhos na Alma.
Evanir.

Claudinha ੴ disse...

Olá Siba! Lindo poema ao amor que sim, vive em si. Seja com sorriso Colgate ou não, ele tem que estar, para que outros venham e estejam... Um beijo!

Desnuda disse...

Querido Sibarita


Na beleza que doura seus versos, há melancolia, há doação de sentimentos. Relíquias belíssimas guardadas no coração. Lindo!!!!


Beijos com carinho