segunda-feira, abril 15, 2013

AMAVIOS

Amavios

As palavras aqui são cactos do que renegas.
Se o teu coração é pretexto ao meu sorriso,
Do fundo do teu peito em que tu me negas
O amor, eu refluo nos céus do teu paraíso...

Amavios! E, chovam-te os desejos  do sem fim.
Zombas do amor, assim, tão poética e estranha
Que sinto o meu coração afogado fugindo de ti
Finitude e quimeras, sopro das tuas entranhas...

Se te desnudas, morro no teu “eu” nas emoções,
E se acaso, és a luz, orbito nas fases das tuas luas
Captando o teu satélite pela parabólica coração...

Nem sabes que na distância nosso olhar se rende
Às proeminências do sentimento sólido do amar,
Flor de perfume raro, atrais, encantas e prendes...

O Sibarita

Humaitá Web Rádio para quem gosta de música.
 

13 comentários:

Olhos de mel disse...

Siba; fiz um comentário mas acho que não foi, porque recebi uma mensagem de erro.
Mas eu havia dito que senti um pouco desse sentimento, quando escreveu esse belíssimo soneto, embora triste.
Há uma esperança dolorida, que me doeu.
Lindo demais e me tocou muito, viu?
Boa semana! Beijos

Guacira Maciel disse...

Olá, queridoooo...
Lindo soneto! amei...

gpoetica

Paula Barros disse...

Linda a escrita
Sofrida em sentimentos
beijo

mARa disse...

Desses feitiços que encantam nossa vida, bebemos da poção e depois é dor é amor.

Bjão!

Bandys disse...

Moço, Ô moço,
Faz assim não! Essas tuas escritas brotam gotinhas nos oios e e derrete o coração.

Lindo viu seu menino, tu ta que ta mandando ve nesse coração fragil, depois num pode reclamar, kkkkkk;

Saudades de vc, beijos e fica na paz de deus,

Uma aprendiz disse...

Oi, Sibarita

Lindo poema. Adorei.

beijos

Sherazade disse...

Siba; lendo ao som de Marina Lima - Acontecimentos... e fica a pergunta no ar...
Triste e lindo soneto!
Beijos

Lúcia Laborda disse...

Siba, acho que o link vai sair errado, porque fiz alteração em uma letra.
http://as1001noitesdesherazade.blogspot.com

Minha vida de campo disse...

Pra mim é uma linda poesia, mas os sentimentos que transmite essa poesia pode ser de tristeza, mas vejo exaltação de amor nascendo. A poesia tem vários lados, depende de quem lê. Se eu estivesse passando por uma decepção amorosa teria outra visão. As vezes me acho tão fria e sem sentimentos será por que nunca sofri por amor? Quando vejo que a coisa vai ficar preta pro meu lado me sumo. Desapareço para não ter despedidas.
Tenha um ótimo fim de semana

Sherazade disse...

Siba; enfim, não consegui recuperar meu blog e tive que fazer outro. Perdi principalmente os comentários dos amigos em todas as postagens.
Gostei de estar por aqui novamente relendo seu soneto. Lindo!
Bom fim de semana! Beijos

Claudinha ੴ disse...

Ah Siba, eu sempre quis , como boticária, fazer certas beberagens que fossem mágicas e que despertassem o amor de forma tão linda como os seus poemas... Seria demais! Beijo!

Anônimo disse...

Siba meu querido.
Seus poemas são sempre um acalanto pra que os lê....
Lindo como sempre
beijinhos.
Regina Coeli

Desnuda disse...

Meu querido Sibarita,


Comentar não sei. Beleza é para admirar. Sentir!!!

Beijos com carinho