quarta-feira, setembro 11, 2013

AVASSALADORA


Avassaladora
 
NR: Leia abaixo a tradução do baianês.

Alô avassaladora, estou é retado, todo borocoxô!
Veja se pode? Você se diz a minha oculta amada
Entretanto, desaprendeu a rezar, foi? Aí lenhou
Tudinho! E sem orar, aiaiai... está descarrilhada...
 (Tá, é? kkk)
 
Não tem trilho certo ou tem? Você irada, arisca
Assim nua? Confessionária do arrependimento,
Jorra em seus textos, desejo, que em você atiça,
Entrevê o caminho mal traçado, rota sem alento...
(Ômopai! kkk)

Agora que você reparou isso, foi? Dona traquina,
O que não faço por you? Mandei jogar os búzios
Sabe o que eles me disseram? O tempo maquina
Contra o seu signo e em você faltam parafusos...
(Meu Deus! Kkk)

E agora? Sim, Já sei! Tome um banho de folha:
Abre caminho, guiné, cravo, canela e sal grosso
Misture num caldeirão em noite de lua zarolha
Ferva, se banhe! Depois, água de flor no corpo...
(Êpa Babá! Kkk)

Acenda duas velas para Oxalá e faça o despacho
Das folhas após o banho em encruzilhada de quina.
Chame por Exú de joelhos para clarear o seu facho,
Voltará aos trilhos sem o olhar das aves de rapina... 
(Ô sina! Kkk)

Avassalante, o céu das horas encaixa nos entalhes,
Danação e chamas. Entregas, mel de fogo em você.
Liberar geral os suspiros no seu corpo de néctares,
Teremos traquinagem, latejos: safra de cios, auês...
(Ô coisa boa! Né não, Fia? Kkk)
 
-Seu Sibarita, será que lá ela vai entender? Tô lhe dando uma ajuda, viu?
-Zé lalado, deixe de onda e eu com isso?
-Você sabe,  você não leu? Repare...  Assuma! (kkk)
-Raapaazz... Vá se lenhar, procure o seu bloco, me deixe em paz!
-Retou, foi? Kkkkkkkkkk  Xiii... Sibarita se picou! Ô Jesus! kkkkkk
 
 Zé Lalado

 

BAIANÊS:
 
Estou retado – Estou zangado, aborrecido.

Bodocoxô – Down, para baixo, triste.

Aí lenhou tudinho– Aí acabou tudo.

Descarrilhada – Fora do trilho, do correto, do certo.

Não tem trilho certo ou tem? – Não tem caminho certo ou tem?

Irada – Mulher gostosa.

Mal traçado – Mal encaminhado, errado.

Traquina – Cheia de fatos,  assuntos, safada.

Por you – Por você.

Jogar os búzios – Jogar a sorte, vê o destino, o caminho.

O tempo maquina – O tempo conspira.

Faltam parafusos – Não é certa, Não tem juízo, falta alguma coisa no juízo.

Banho de Folha – Na Bahia usa-se muito para afastar o mal olhado, a inveja.

Abre caminho e Guiné – Nome de folhas encontradas na natureza que servem para banho.

Cravo, canela e Sal grosso – Complementos para o banho de folha.
 
Oxalá - O Orixá maior do Candomblé.  Oxalá é um orixá masculino, de origem Ioruba (nagô) bastante cultuado no Brasil e em especial no Candomblé da Bahia, onde é considerado a divindade mais importante do panteão africano. Na África é cultuado com o nome de Obatalá. Sua cor é branca, seu dia é domingo e sua saudação Epá Baba! No sincretismo religioso da Bahia Oxalá é o Senhor do Bonfim.
 
Despacho – Levar as folhas depois do banho em uma encruzilhada.

Encruzilhada de quinas – Ruas que formam uma encruzilhada.
 
Exú – Exu é um dos Orixás do Candomblé, é o dono das encruzilhadas, significa em ioruba, “esfera”, aquilo que é infinito, que não tem começo nem fim. Exu é o principio de tudo, a força da criação, o nascimento, o equilíbrio negativo do Universo, o que não quer dizer coisa ruim. Exu é a célula mater da geração da vida, o que gera o infinito, infinita vezes. Ele é quem deve receber as oferendas em primeiro lugar a fim de assegurar que tudo corra bem e de garantir que sua função de mensageiro entre o Orum e o Aiye, o mundo material e o mundo espiritual, seja plenamente realizada. É considerado o primeiro, o primogênito; responsável e grande mestre dos caminhos; o que permite a passagem o inicio de tudo. Exu é a força natural viva que fomenta o crescimento. É o primeiro passo em tudo. É o gerador do que existe, do que existiu e do que ainda vai existir. Exu é o Orixá da comunicação. É o guardião das aldeias, cidades, casas e do Candomblé, das coisas que são feitas e do comportamento humano. Exu é o Orixá do movimento.

Facho – Luz.

Mel de fogo – Gozo.

Traquinagem – Safadeza na cama.

Safras de cios – Vários gozos.

Auês – Sexo, fazer amor várias vêzes.

Zé Lalado
 





8 comentários:

ॐ Shirley ॐ disse...

As vibrações do sal grosso e as bençãos de Oxalá, podem amansar você e sua amada, Zé. Mas, ó xente, tenha calma menino, vou chamar a mãinha!rsrs...Muito engraçado, beijos!

SAM disse...

Jahhhhhhhh!!!

Descarrilhada ...Não é bom, Zé Lalado? Deixa estar que ninguém é de ferro. Com escudo no coração e freio na cabeça, viver fica na metade do caminho da dona tal felicidade . Deixe que encontre quem aperte os parafusos. Este banho complicado causa um auê !!! A vela, pode ser.

Paz, saúde e alegria! E beijos meus também amigo :)

Paula Barros disse...

Homê, tou achando que esta avassaladora, que é pirigueta, que é traquina...e sabe-se mais o quê, burrinha, não é? kkkk Tem mesmo é que escrever uma carta nos moldes antigo,não vale e-mail, nem poema e pedir a mão dela em namoro formalmente.
Parece que ela não entende de poesia não.
E em vez de jogar búzios, fazer reza para Santo Antonio, tem mesmo é que chegar juntinho, olho olho, mão com mão, boca com boca....kkk
abraço

Olhos de mel disse...

Zé você tá é levado viu? Traquinagens e tudo mais? Hummm o bicho vai pegar, viu?
Amei a poesia, viu, Lalado? Será que ela vai entender? Creio que sim.
Beijos

Zilani Célia disse...

OI ZÉ!
MUITO LEGAL TEU TEXTO, MAIS AINDA COM ESTE DICIONÁRIO "BAIANÊS" COM O QUAL CONSEGUIMOS ACOMPANHAR TEU RACIOCÍNIO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Minha vida de campo disse...

Olá,
adorei, vou me inspirar e tomar um banho com ervas para evitar o descarrilho, hahaha
Nós que somos cheio de regionalismo é uma ótima ideia fazer um dicionario das palavras de nossa terra, gostei.
Bjos e tenha um ótimo fim de semana.

Uma aprendiz disse...

Oi, Lalado

Cruzes, me diga que signo é esse?
Vai que é o mesmo que o meu, aí tomo mais cuidado.

Concordo com a Paula, melhor vc ser mais claro, vai que ela não esteja te entendendo.

Brincadeirinhas a parte, gostei, viu.

beijos

Kátia disse...

"Marminino"!Eu adentro porta a fora e sou recepcionada pela música do Julio Iglesias.Me lembrou a novela dessa menina Gabriela,aquela onda de brega e bataclã kkkkkkkk mas esse menino que saudade de vosmicê!Continua boca de zero nove nas poesias hein!E esse tal de Zé Lalado?Vim ver Zé Coió!kkkkkk será que ele se picou com alguma piriguete?óia me diga vúh!Vou abrir o gás antes que esse menino se rete comigo!