sábado, setembro 06, 2014

CAMÉLIA

Camélia, 

Esbelta e formosa, tu surges no horizonte, nua!
Com toda luz desgrenhada, o olhar nos ensejos
Da tua coma sem pudor, nos aprazes dos beijos,
Brotam os sóis da minha boca por beijar a tua...

Debruçar no sorvedouro dessas noites envoltas,
Aspirar-te, atração febril da indecência intensa,
Cardumes de carinhos nas pretensões extensas
Que fogem às vezes numa ilusão ou nuvem solta.

A ligeira curva do teu espartilho, corpo de camélia!
Mas, pelo sol despontado na tua saia transparente,
Os teus seios mergulhados em renda fina, o alente
Da aurora arrastando o vento, a aragem impele-a...

Eu, um arcanjo ou um demônio nesse jogo ardente.
O vento por desfolhar-te, medito o gozo prometido,
A tua carne fresca fascina e estonteia nos delíquios
Sob o cetim azul do teu olhar de quereres inocente...

Ó flor tão macia, airosa e angelical, corpete emoção,
Nesse teu corpo completo as chamas da noite bonina.
Exploro, descubro teus recantos numa lua de alucina,
Tolos desejos, entre, o meu sentido e a tua palpitação...

O Sibarita

Ei, Humaitá Web Rádio, a boa!


www.radiohumaita.com.br

9 comentários:

Olhos de mel disse...

Aff! Que delícia te ler, Siba! Ai, ai, viu? Que fogo é esse? Chega a queimar por dentro.
Lindo, sensual, delirante!
Bom domingo! Beijos

Paula Barros disse...

Surge a beleza do poema, trazendo o desejo pulsante.
Sempre belos poemas.
abraço

São disse...

Como sempre, muita e bela sensualidade neste poema caloroso.

Abraço, moço, e excelente Setembro :)

Minha vida de campo disse...

Que lindo, esse guri está inspirado. Mostrei pra minha amiga que se chama Camélia e ela amou teu poema e agradeceu a homenagem. hahaha
Bah, vou ter que conhecer essa bela praia que descreveste. Como tem coisas em nosso país que desconhecemos.
Tenhas uma ótima semana.

ॐ Shirley ॐ disse...

Moço Sibarita, tudo isso é amor hein?
Amei a música de hoje...
Então, vou te enviar um beijo no cetim do teu olhar!!!

Bandys disse...

Ei seu moço,
eu quase fui mandada embora de tanto que ouvi quebrou a cara. Tu ta doido?? kkkkkkkkkkkk Ouvi e ouvi bem alto pra num errar a letra num sabe?até me ofereci como dançarina, kkkkkkk

E tu gostou da foto é???? hummmmm.kkkk nem vou falar.

Menino que poema é esse???
Eu, um arcanjo ou um demônio nesse jogo ardente.
O vento por desfolhar-te, medito o gozo prometido,
A tua carne fresca fascina e estonteia nos delíquios
Sob o cetim azul do teu olhar de quereres inocente...

Meldeussssssssssssssssssssss e tu quer que eu comente??????
Se eu comentar estrago essa obra prima.

beijos e pode ver no post debaixo com eu cantei la muito.

Vanuza Pantaleão disse...

Uma noite bonina e uma formosa mulher em forma de camélia.
Nem arcanjo, nem demônio, só a paixão é válida, só o amor importa.
Siba, amigo meu, que delícia te visitar, que maravilha estar sempre por aqui.

Limpeza espiritual? Vou preparar o sal grosso [risos].
Valeu! Beijão nesse teu coração!

Claudinha ੴ disse...

Seu domonão, estas camélias de palavras perfumadas deixam sua amada em um pedestal, heim? Ah, mas que amor belo!
Beijão!

Kátia disse...

Huuuuuummmmmmmmmmmmmm

Sentido...

profundamente sentido,sim senhor!