quarta-feira, março 28, 2012

RESSONÂNCIA


Ressonância

Dádiva, fogem a galope os desejos horizontais,
Com teus espelhos de pureza numa fome atroz
Montada na sede dos néctares e no tudo assaz,
O infindo, limiar inteiro. Ai, ai. Amor, ai de nós...

No firmamento e no cântico da alma. O infinito
Pela candeia das luas íntimas, assim, se resume
O exílio que te sossega sob os toques benditos,
Brenhas dentre muralhas sem capas ou ciúmes...

Aos olhos curtos, parte-se o espelho, estilhaços
Na aurora, atmosfera que respiramos nesse jogo
De quereres, sólidos cacos e aromas, eu te refaço
Às avessas e no avesso escrevo em letras de fogo...

Os dias são auréolas dos desejos na intensidade,
A paixão circunscreve rochedos, sangra, ressente
E faz ecos. Desdiz o tempo oblíquo da ferocidade,
Abrolham as palavras aqui nos entre parêntesis...

Mas, o tempo engorda nas sombras da tua essência,
Ao chamado do sol, as luas e as estrelas e o céu de ti
Germinam as minhas vontades e brada a tua ausência,
Tudo o que clama e ruge é fúria, sumidouro de sucuri...

O Sibarita

13 comentários:

Olhos de mel disse...

Siba simplesmente estou sem palavras... Creio que nada acontece fora do tempo. Muitas vezes a paciência é nosso maior aliado.
Linda poesia, Siba! Aliás como tem nos acostumado por aqui.
Bom fim de semana! Beijos

Bandys disse...

Sibaaaaaa,
Qué me mata??
É lá é cá, e eu fico doidinha.

A de la adorei, ja li umas cem vezes, kkkkk.


Mas, o tempo engorda nas sombras da tua essência,
Ao chamado do sol, as luas e as estrelas e o céu de ti
Germinam as minhas vontades e brada a tua ausência,
Tudo o que clama e ruge é fúria, sumidouro de sucuri...

Nossa que final Sibaa, kkkkkkk.

Agradeço viu a sua bela poesia.
É como eu falo vc é o The Best.

Beijos

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, meu queridinho!
O tempo, nós o fazemos. Esse tempo poeticamente surrealista onde "abrolham as palavras entre parênteses", esse seu tempo, que coisa mais intimista, mística, obscuro tempo...adorei!

Ao contrário de ti, amigo, sou uma baianinha meio preguiçosa e que, numa sexta-feira como essa, fica dengosa, querendo cama e o doce pecado das maçãs [risos]. Semana que vem, chega do planeta "Cachola Louca" (a minha), umas coisinhas sacaninhas que andei bolando. Guenta só mais um pouquinho, tá?

Êeeeee, Bahia, Bahia terra de São Salvador!

Curtinho aí um super super final de semana!Beijinhos...

Desnuda disse...

Querido Sibarita,


Nem precisei atravessar este arco-iris da foto para encontrar o pote cheinho de reluzentes versos. O amor quando tem este clamor, esta fúria não pode se dispersar . É um tesouro. Lindo demais, Siba!

Beijos com carinho amigo querido. Bom fim de semana!

Corações e Segredos disse...

nEM TEM O QUE COMENTAR, FICO EXTAZIADA A CADA POEMA SEU..
BEIJOS QUERIDO,,
SAUDADES,,,

Paula Barros disse...

Li os poemas. Belíssimos. O tema paixão presente, com vontades, desejos, deixando os poemas intensos e bonitos.

beijo

Corações e Segredos disse...

Os dias são auréolas dos desejos na intensidade,
A paixão circunscreve rochedos, sangra, ressente
E faz ecos. Desdiz o tempo oblíquo da ferocidade,
Abrolham as palavras aqui nos entre parêntesis...


DOCES BEIJOS.......

Claudinha ੴ disse...

Olá Siba!

Espero que esta fúria e estas sombras se dissipem para bem longe e lhe tragam sua amada logo... Lindo poema!
Beijo!

Sandra disse...

Uma bela imagem. Acalma.
Obrigada pelo seu carinho em estar nos blogs. Estou muito feliz com a sua comapnhia
Passando para deixar um carinho e desejar um feliz final de Domingo.
Venho devagar para não me cansar.
Os amigos sempre estão dentro do coração..

A amizade é um sentimento sublime, puro e verdadeiro, para possuí-la não é preciso ser rico nem pobre, ter posses ou não. A Amizade é um dom, sentimento nobre que une as pessoas, sinal de confiança integra e recíproca, sem ela não há humanidade, sem ela não há o mundo, pois tudo na vida se origina de uma amizade, mas ela exige um item muito importante, ela tem que ser verdadeira, caso contrário, não há amizade.
Carinhosamente,
Sandra

Anônimo disse...

Oi Siba querido.
Desejo a vc. uma semana de muitas inspirações e paz.
Saudades.
Regina coeli

Anônimo disse...

Meu querido amigo e poeta Siba...
A ressonacia de sua alma escondida.
Nela podemos fotografar arfas de amor e paixão.
Paixões do fundo de uma alma clara e feliz.
Muito belo e lindo seu poema.
Felicidades em sua trajetória de vida.
Uma semana abençoada por mestre Jesus em sua vida.
Beijos doces em seu coração.
Regina coeli

Olhos de mel disse...

Siba; Feliz Páscoa! Beijos

Uma aprendiz disse...

Siba,

Ai de nós.....
Que lendo
enciumamos
de tanta paixão
descrita assim...
ao vento
Livre e solta
para pousar
onde ache abrigo
Se nos sondassemos
como se fossemos
conchas em espiral
ressoaríamos
aaamoooorrrrrrrr
amor....


beijos