segunda-feira, junho 04, 2012

PAISAGEM

Paisagem

Sim, quando tarde revejo, a bela flor incerta
Perfuma outras paragens, estações passadas,
Evaporando-se no assim, o desejo que flertas,
Corre as noites nas delícias esquartejadas...

Tua alma rompe a camada da luz na reticência,
Voa na órbita dos desejos e gravita sem o nada.
A lua é preta nos galhos do teu olhar e densa,
Mistura-se a nuvens de chumbo, dissimulada...

Despenca-se e circulam nas tuas entranhas
Fúrias da ventania, rochedos, flertam o rito.
Vestígios noturnos, goles de delírios e sanha,
Sabe amor, o horizonte, refém de labirintos...

Repicai os sinos, o querer, expira na distância,
Ai de mim! A alma que levita se eleva e na fé,
Pelos meus sentidos o que se omite, espanca
O amor é largo, estreito? O meu coração a pé...

Desejo, sou eu, a saudade do teu peito no agora,
A paixão não tem adjacência, ainda, que se tente,
No essencial, semeiam-se desejos dessa história,
As chamas estão acesas, o íntimo aberto, entre...

O Sibarita

9 comentários:

Olhos de mel disse...

Oie Siba; na verdade tenho deixado o blog de lado. Estou numa fase cheia de problemas para resolver e ainda tendo que ficar indo e vindo de casa para a casa de meu filho. Isso tem me deixado cansada. Preciso de tempo pra mim e pra fazer o que quero.
Amei sua poesia, Siba! Acho que hoje eu precisava ler algo assim. Em cada verso se desenha uma chama acesa, uma porta aberta, um chamamento... Enfim uma esperança.
Boa semana! Beijos

Desnuda disse...

Querido Sibarita,


Que poema! Quanta emoção se depreende de cada verso. Do que diz e quer dizer.Bravo Poeta querido!

Beijos com carinho amigo

Bandys disse...

Siba meu nego,
Oia paisagem é vir aqui e ler seus versos visse?
è mesmo que eu olhar aqui pro cristo, a sensação é a mesma...da um frio na espinha..

"Repicai os sinos, o querer, expira na distância,
Ai de mim! A alma que levita se eleva e na fé,
Pelos meus sentidos o que se omite, espanca
O amor é largo, estreito? O meu coração a pé...


Affff, onde é que você busca tanta inspiração? E depois diz de mim...eu sou pinto perto de você.

Que deus abençoe suas mãos que pingam inspiração.

Beijos

Paula Barros disse...

Um poema muito bem elaborado, bom de se ler, de apreciar a riqueza de palavras e de sentimentos.
beijo

Anônimo disse...

Olá Siba querido amigo!
Em cada paisagem da sua vida, a sua alma clama por essa poesia.
São paisagens que nos nossos dias a dias , temos que passar.
São as lindas paisagens tatuadas em nossos corações.
A chama de um amor ausente, mas em seu coração ainda está muito presente...
Sibarita,os seus versos sempre despontam o que mais intimo tem sua alma, e eu a conheço muito bem, pelo que inspiras, muito amor,muita paz e luz...
Uma semana de muitas glórias, felicidades, progressos em sua radio, que é tudo de bommmm
Tenho ela adicionada em meu facebook.
Beijos em seu coração de sua amiga de sempre.
Regina coeli

Uma aprendiz disse...

Poeta! Poeta! Poeta!
Com sua pena
Apague o Sol
Esconda a Lua
Cale os sinos

Silencie o amor não declaro
Separe os corpos enlaçados
Afaste os lábios e os braços

Leve nos versos as chaves da sela
Fique comigo a alma prisioneira
Até que, enfim, cumpra-se a sentença que nos propomos

kkkkkkkkkkkk fiz procê.
Espero que gostes.

beijos, de sua fã

Uma aprendiz disse...

Poeta! Poeta! Poeta!
Com sua pena
Apague o Sol
Esconda a Lua
Cale os sinos

Silencie o amor não declaro
Separe os corpos enlaçados
Afaste os lábios e os braços

Leve nos versos as chaves da sela
Fique comigo a alma prisioneira
Até que, enfim, cumpra-se a sentença que nos propomos

kkkkkkkkkkkk fiz procê.
Espero que gostes.

beijos, de sua fã

ELANE, Mulher de fases! disse...

Sibaaa, saudade de tu meninoo!
Obrigada pelas felicitações do dia do "insistente social",kkk, é uma profissão sofrida, mas linda mesmo, e seu poema entao, maravilhoso, achei-o triste mas ao mesmo tempo, a esperança de q tudo pode melhorar, se renovar, recomeçar, basta deixarmos a porta aberta né?
muito axé pra vc, saúde e mais poemas pra nóss!!bjoo e fique na paz de Jesus!

vieira calado disse...

E que bela paisagem!
É na Bahia?

Saudações minhas!