sábado, junho 30, 2012

SUSPIRO

Suspiro

No anseio do amor guardei os teus beijos intensos
Sob aquela lua entre nós esparramada nos lençóis,
Enquanto, cravavas no meu peito a paixão ardente
Na razão que cobria a nudez de todos os teus sóis.

Sei... Seria eu cego aos ventos da sanha que te devora.
Acesos desejos galopando nos céus irados do vendaval
Que te possui e sufoca o teu coração na vaga luz de fora,
Vagante ao teu lado em horas dentro na paixão visceral.

Contudo, a lua mansa reina na tua essência de menina.
Sinto, então, o teu seio pulsando no meu chão de versos
Explodindo amor, amor e amor no luar das tuas retinas
Alumiando celestialmente a esquina dos meus desertos.

Meu bem, por ti me vejo e, assim, aos teus olhos profanos
O fogo do coração nas lágrimas vertidas, o tempo se refaz
No universo. E eu na corrente do rio sempre vou ao oceano,
Perto ou longe qualquer coisa me afoga entre soluços e ais.

Nas rotas de fugas, sou abrigo. É necessário tão somente voar
Como um pássaro de pluma ao coração que bate no meu peito
E sem malas ou agendas, para lá ou para cá é preciso só amar
No frio da madrugada quando eu cair, enfim, ao teu (de) leito.

Mas, qual dor oculta te oprime o coração? No suspiro, dizes tu!
Se te perco ou se te guardo nos prantos dos teus olhos perdidos
Nada perdes! O amor aprisionado nas chamas navega no azul
Exaltando cobiças, sou mar de levar em teu porto convertido...

Assim, o teu olhar rasgado palpita e me consome no teu fogo.
Teu corpo como plumas acaricia o meu corpo, a flama ressoa
Na avidez da tua boca sedenta nos delíquios de todos os rogos,
É, uma lua em gozos sobre nossos corpos estremece, sobrevoa...

O Sibarita

7 comentários:

Olhos de mel disse...

Poxa Siva; que linda sua poesia!... Ai o amor... tantos mistérios, tantos encontros e desencontros, tantos suspiros...
Bom fim de semana! Beijos

Multiolhares disse...

Assim se faz um cantico ao amor
bjs

Bandys disse...

E eu vou falar o que?
O homem ta arretado pra falar de amor. E eu vou devorando cada linha, cada paragrafo deslisando meus olhos nas palavras tuas.
E quando acaba fico com vontade de quero mais...
è isso!! Resta o que?
Um suspiro!! Um suspiro!!

Beijos e mais beijos

Anônimo disse...

Olá Siba, meu amigo!!!
Vc. pra falar de amor, não precisa de muitas palavras, pois vc. é amor em pessoa...
Falar de amor é complicado,pois para nós enamorados, o amor fica sempre tatuado em nossa alma.
assim é você meu amigo, tatuado pela forma de um coração, o amor em bel prazer...
Beijos e uma semana de muitas realizações e paz...
Regina Coeli

Uma aprendiz disse...

Siba, suspirei do começo ao fim.

Só por curiosidade fui ao dicionário verificar as definiçóes para a palavra SUSPIRO e algumas delas se encaixaram perfeitamente no seu texto:

1. respiração entrecortada e mais ou menos longa, produzida por desgosto ou por incômodo físico.

"Sei... Seria eu cego aos ventos da sanha que te devora.
Acesos desejos galopando nos céus irados do vendaval
Que te possui e sufoca o teu coração na vaga luz de fora,
Vagante ao teu lado em horas dentro na paixão visceral."

2. desejo ardente

"Assim, o teu olhar rasgado palpita e me consome no teu fogo.
Teu corpo como plumas acaricia o meu corpo, a flama ressoa
Na avidez da tua boca sedenta nos delíquios de todos os rogos,
É, uma lua em gozos sobre nossos corpos estremece, sobrevoa..."

3. lamento, gemido

"Contudo, a lua mansa reina na tua essência de menina.
Sinto, então, o teu seio pulsando no meu chão de versos
Explodindo amor, amor e amor no luar das tuas retinas
Alumiando celestialmente a esquina dos meus desertos."

Conclusão: BRILHANTE!

Como sempre.

beijos

Vanuza Pantaleão disse...

"Teu corpo como plumas acaricia o meu corpo..."
Nossa, que Poeta arretado!
Abracinhos!

Claudinha ੴ disse...

Passando para atualizações, como não tem, aguardo a próxima! Um beijo Siba, ótima semana!