sábado, junho 09, 2012

S E I V A

Seiva

Chilique dos desejos pagãos
Piriguete entregue as luxúrias
Matadora de coração, cume de emoções,
Impávida das lascivas e fúria...

Loba, os meus lábios
Navegam no oceano
Do teu púbis e
Aportam no teu porto
Afogando-se no mar
Banhado dos teus gozos.

Onda por onda, esparsos...

Eu sorvo o mel da indecência
Nas algas do teu sargaço no estio
Onde circula o riço da tua essência
Nesse mar que transborda o teu cio.

Teus sussurros, vixe mainha!...

Mata papá no teu corpo chamejante
Cavalgando em fúria no jogo sensual
Do meu mastro rijo – oblíquo – latejante
Em que tu, loba, me fazes o teu chacal.

Fera doida uivando alucinada...

Taça esbelta de loucuras que delira,
Lunar delícia da minha boca viciada.
No rogo dos teus seios de luas cruas
Entrego-me na festa dos teus gozos.

Ôie! Tremei povos de Sodoma...

Nos espasmos dos prazeres da carne
Ó loba! Rumina o velho marinheiro
Navegando na volúpia tão sublime
Que em êxtase uiva aos teus desejos.

Ò paí, ò!

É que nesse oceano de fogo
Os teus orgasmos se fundem
No mar dos meus gozos...

Tá rebocado, piripicado,
joguete de entregas incontroláveis
no assim e no assado.

Ômodeu! (kkk)

O Sibarita

8 comentários:

Olhos de mel disse...

Nossa Siba! Que fogo é esse? Aff! Ômodeu, digo eu lendo um poema tão vibrante e chameguento... Comeu pimenta malagueta, foi, fio? E agora Siba? Vou subir a ladeira do Bonfim, de joelhos, pra aliviar o que me ocorreu, viu? Só ele pra me ajudar rsrsrsrsrsrrsrsrss
Bom fim de semana, Beijos

Uma aprendiz disse...

Oi Siba,

Seu poema me lembrou os "Contos Proibidos de Marquês de Sade. Aliás, no que tange a ousadia com que descrevem o amor e as fomas de amar, se assemelham.

Assim como no filme, visitar seu blog é mergulhar na pura sedução.

Esse marquês bem que poderia ser baiano ou será que tu é que já foi fancês? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Brincadeiras a parte, felciitações por mais erstá obra de arte. E "Vive La Vie".

beijos

Uma aprendiz disse...

Oi Siba,

Seu poema me lembrou os "Contos Proibidos de Marquês de Sade. Aliás, no que tange a ousadia com que descrevem o amor e as fomas de amar, se assemelham.

Assim como no filme, visitar seu blog é mergulhar na pura sedução.

Esse marquês bem que poderia ser baiano ou será que tu é que já foi fancês? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Brincadeiras a parte, felciitações por mais erstá obra de arte. E "Vive La Vie".

beijos

Claudinha ੴ disse...

Olá Siba!
Hmmmm, um poema pra arrebentá heim? Home, seu minino, o que andou aprontando? Ômodeu! Ômopai! Você e sua amada estão demais! Boa sorte aí! Beijos!

Bandys disse...

Affff, lábios, púbis, gozos éeeeeeee??? Tu tá demais siba. É uma seiva danada visse? Falar o que? Falar nada!! Ficar aqui imaginando esse mar de entregas "incontrolavéis", kkkkkk.
ò Feliz dia dos namorados! Namore bastante, e depois escreva um poema bem bonito.


E ó num sei não, mas acho que tem neguinho ou melhor branquinho colocando olho la no meu blog, eu falo aqui mesmo, poe meu nome ai na proteção. Mas o cabra eu te falo depois. eu hein, sai pra la mangalo 3 veis.

Beijos e abraços pra voce

Desnuda disse...

Sibarita,

Oquiéisso ômodeu! O Poeta faz tremer das profundezas aos céus em cada verso transbordando luxúria deixando o leitor na secura do bem bom é? Assim mata mamãe rsrs.

Excelente como sempre, Sibarita! O menino é 1000!!!


Beijos com carinho amigo querido.

Vanuza Pantaleão disse...

Siba, meu queridoooo!
Tamos aqui, de volta, e mergulhados nesse oceano de fogo. E que fogo, hein?Rsrs.
Amigo, te agradeço todo o carinho e xamego lá no nosso cantinho.
Beijos para ti e um abraço de amor nessa nossa Bahia misteriosamente bela.
Beijão nesse coraçãozão!!!

Vanuza Pantaleão disse...

Ah, e muito, muito obrigada mesmo pelos votos do Dia das Mães.
Seiva boa é essa da Amizade!
Te adoro!!!