sexta-feira, maio 23, 2014

SUSPIROSA

Suspirosa

Ô desalmada, por que você some assim, hein?
É fogo-apagou? Chove não molha? Ô, o que é?
Ouça meu canto e, entretanto, ando meio zen
Cercando a lua do seu olhar, mas, não faço fé...

No meio do céu a sua lua bambeia fina e arisca,
Assim, o regaço do luar anoitecido se consagra.
Mas, você desabrocha o seu coração pisca-pisca
Quando o seu amor vai e vem na luz conflagra...

Bem-aventurada ao meu leito de silfo e quimera
Vontades da noite em vagidos sublimes ecoando
Soluços, sussurros abafados, abismo de entregas,
Eroticamente suas entranhas vibram clamando...

Os prazeres carnais, o seu libertino e a sua fome,
Total e íntima, precipício de desejos no assomo.
Luar de fantasias e gemidos ao céu do seu nome,
Junto o apetite com vontade de comer, e como...

Você ardentemente sem rédeas, cobiça passional,
Desprovida da razão em linha direta com o prazer.
Tabuleiro de luxúrias no jogo amoroso do sensual,
Eróticas chamas e este poema no tudo para lhe ter...

O Sibarita

HUMAITÁ WEB RÁDIO, A RETADINHA!



8 comentários:

Olhos de mel disse...

Nossa! Simplesmente maravilhoso! Ai Siba, será que a pretendida é desalmada? Existem muitos mistérios entre o céu o a terra... Quem sabe o que acontece?
Seu poema é um grito de amor e desejos, lindo como sempre!
Bom fim de semana! Beijos

Evanir disse...

Na fé, na esperança e no empenho por se ser melhor a cada dia.
Continue trilhando pelos caminhos vida,
pois um dia encontrarás o mais belo jardim,
o jardim que representará a realização de seus maiores sonhos .
E encotrarás a verdadeira felicidade
por toda vida.
Siga sempre um caminho sem atalhos
certamente esse é onde encontrarás
a sabedoria e a alegria de viver.
Tenha fé em Deus acredite a vitoria é
garantida.
Carinhosamente desejo um feliz final de semana
beijos e meu eterno carinho.
Evanir..

ॐ Shirley ॐ disse...

Que coisa boa, Sibarita... Mas, vai devagar com o andor que o santo é de barro, ô xente!!!rs
Amigo, beijão!

São disse...

Seu poema é um mimo só!

ESperemos que a desalmada regresse e que a paixâo seja vivida....

Abraço forte, meu bem

Bandys disse...

Ola Siba,

Quando alguem vai embora as vezes é dificil a gente se acostumar.

Mas Deus escreve certo e s vezes é pra melhorar ou as vezes é pra vermos outros caminhos.

Lindo poema!

beijos

Claudinha ੴ disse...

Aijisuis! Tomara que esta desalmada largue mão de ser assim e volte logo aos braços teus! Embora esta sua atitude tenha gerado um poema assim tão lindo! Beijos!

Bandys disse...

ôoooo moço,

ta sumido?? anda onde na Lapinha:???
kkkkkkkkkkkkkkk

Aqui ta tudo quietinho, kkkkkkkkk

Beijos

Kátia disse...

"Ô desalmada, por que você some assim, hein?"

Até parece que fez pra mim,que vivo tomando chá de se pique.rsrsrs