segunda-feira, agosto 20, 2007

SONETO I

Soneto I

Meu bem, o meu escrever clareia o cinza que te aflige,
Minhas palavras rebuscadas são águas do regato coradas
No meu seio que falam o que os meus lábios não te dizem
E beijam o teu coração despindo-me todo de corpo e alma...

Nobres e ágeis são as palavras no frenesi da humilde pena
Que ao escrever sabe aonde vai ou aonde vou no renascer
Desse novo horizonte no azul que o teu coração faz a cena
Na paisagem da paixão em que a lua sempre virá nos ver...

Por vezes enigmático, romantizo, banho o teu coração de luz
E nem sabes nas entrelinhas das palavras que nasceram de ti
Ecoando o sol da paixão que na distância soldamos os azuis!

As palavras à doçura embalam... O falar, a garganta engasga
O céu que germina do meu peito. Entretanto, o que palpita
Nos meus lábios são tintas sem cores ou cheiros, tão vagas...

O Sibarita
Caros leitores, hoje, o curta metragem é "ÁTIMO" um filme de amor da melhor qualidade. É só clicar no Porta Curta Petrobrás que está do lado direito. Depois que abrir uma nova página cliquem em ASSISTIR. Pronto, bom filme!
"Um amor que vence o tempo e a distância, desafiando até a força da História. Se você ainda sente falta de uma antiga paixão ou da saudosa Mayara Magri, emocione-se conosco!"

17 comentários:

Maria disse...

O blogger tá maluco hoje, sibarita....

O teu soneto hoje é muito bonito....
Imagino um céu a germinar do teu peito....

bjs

Renata Belmonte disse...

Obrigada por sempre comentar lá no blog! E é verdade: Encontros e Desencontros mexe muito com a gente.
Grande abraço!

O Sentir dos sentidos disse...

Sibaaaaaa,

Adorei a solda azul com que colou este soneto de amor,e as doçuras das palavras que embalou o escrito? E este banho de luz no coração de quem ama?
Muito, muito lindo querido.
Adorei!!!!!!!!!!

Espetacular o filme Átimo, eu não havia assistido ainda...ótima escolha seu menino...kkkk...sabe que assisti duas vezes?Agora só vou viver por aqui...kkk, assitindo os curtas, lendo seus poemas...só faltou mesmo a pipoca..kkkk...vê se arruma uma maneira de fazer chegar até nós umas pipoquinhas grátis certo? Na maior folga...beleza!!!! Vixi que preguiça danada...vou dá uma dormidinha viu fio? Adispois voce põe aê outro filminho tá? kkkk...eita vida boa sô...kkk...;

Beijo lindoooo,

aeronauta disse...

Obrigada pela visita lá no Aeronauta... Volte sempre. Abraços.

O Profeta disse...

Tu és um mundo de emoçÕes, passar no teu espaço é uma doce vertigem...

Profético beijo

Luíza disse...

Adoro a baianidade com que comenta lá no letras!
Gírias escritas ficam tão boas!

Beejus

Luíza disse...

É! Conheci gente nova sin. E isso é tão bom.

Bah.. to me ralando muito nas exatas.. cálculo, cálculo, cálculo!
ó vida!

Déa disse...

Vixe, tô na escola e não tenho como ver o curta aqui. Se tiver tempo,a noite dou uma espciada em casa. O seu soneto é bonito, como sempre. Falar ou ler sobre o amor é sempre bom. Afinal "é sempre amor mesmo que acabe, é sempre amor mesmo que mude, é sempre amor mesmo que alguém esqueça o que passou." Eu só não consigo mais acreditar nele, mas dizem que existe. Beijos

Bruxinhachellot disse...

Esse soneto é puro deleite para a alma.

Beijos de aventura.

Ana disse...

Passo pela primeira vez... com a certeza de quem voltarei muitas outras.

:) Um abraço de admiração por tudo o que aqui vivi no embalo das palavras.

carla granja disse...

OLA! NÃO SEI COMO GOSTAS DAS COISAS K ESCREVO SE AS TUAS SÃO MIL VEZES MAIS LINDAS K AS K EU ESCREVO. MAS OBRIGADO PELO APOIO E ADMIRAÇÃO K TENS PELO MEU TRABALHO.
TU K TÁS DE PARABÉNS.
BJO
CARLA GRANJA

Sonia disse...

Sempre romântico esse Sibarita.

Leticia Gabian disse...

"As palavras à doçura embalam... O falar, a garganta engasga
O céu que germina do meu peito. Entretanto, o que palpita
Nos meus lábios são tintas sem cores ou cheiros, tão vagas..."

Que é que eu posso falar a mais?

É só deixar um beijão e pronto

carla granja disse...

olá sibarita! gostaste da minha chama? então passa por cá a vêr se gostas do mapa k eu fiz,eheheheheh
bjo
carla granja

lurainbow disse...

Gostei do blog:))
Não entendi como ver s filmes :((
Depois com calma passo e releio.
Olha o que é RETADA ?lol
Bijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Muito obrigada pela visita ao meu cantinho.
O seu poema é lindo.

Beijos,

Fany

Nara Senna disse...

Meu caro amigo... Obrigada pelo carinho mais uma vez...
Estou assitindo os curtas que vc está indicando. Muito legais!
Quanto ao seu soneto, perfeito! Poesia é a porta de entrada para as almas.
Bj de sua amiga (baiana) virtual...