sexta-feira, janeiro 25, 2008

LUZ

L u z

Quando vossa claridade candeia na minha porta
A lua, então, nos meus passos beija a noite mansa
Na luz do vosso coração e, em mim, o amor estanca,
As estrelas piscam por vós e nada mais me importa.

É que na escuridão eu me mostro para vossa luz.
Aqui, agora, os caminhos vêm e em tudo irradias
Como faróis acesos ao findo das minhas agonias
Se em mim habitas anulando toda minha cruz.

Senhora e musa, a chama dos sonhos me consome
E, à noite na solidão finismundo da tua ausência
A lua socorre e as estrelas formam o vosso nome.

Não há como fugir nos desejos dos nossos azuis,
No infinito a lua dança em círculo e nessa paixão
Estou mesmo afogado na enchente da vossa luz...

O Sibarita

18 comentários:

Estrela do mar disse...

... passei para lhe desejar um lindo e colorido fds...


Beijinhosssssssss


P.S. Que linda esta "Luz" que você escreveu...parabéns;)

R Lima disse...

Que a Luz descrita nos Ilumine!!!

Abçs meu já amigo.r.s.s



Texto de hoje: SeR...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Luíza disse...

Meus dias andam iluminados ultimamente. E os teus amigo?
Beijoss Sr. Sibarita

Luíza disse...

ô que coisa boa. lavou a alma então!! Por isso q estás iluminado haha

Menina do Rio disse...

E quem disse que quero fugir?

Um beijo bem carioca eu um findi com muito sol

O Sentir dos sentidos disse...

Siba Querido!!!

Do tanto que gosto de sorrir aqui contigo...hoje é impossível estes risos, pela imensidão das tuas palavras...dos teus sentidos...tua LUZ!
Lindo Sibinha...MARAVILHOSO!!!

Obrigada por nos deixar tão belos e encantadores poemas.

VIVA A LUZ...A LUZ DO AMOR SEMPRE!

Beijo,

Olhos de Mel disse...

Aff, menino arretado no escrever, no sentir! Fico feliz que esteja bem! Mas vou lhe dizer, viu? Seus poemas... quentes como o sol da nossa terra, deliciosos feito acarajé e tão lindos, quanto as nossas praias!
E essa água toda, heim? Acho que vou amanhã a tarde pra Jauá, mas ainda não é certo.
Se cuide e curta muito! Bom fim de semana!
Beijos

Fernando disse...

Olá, Sibarita!

Meu caro, tu és poeta. Ainda não li os demais textos, e claro que o farei, mas por Luz, percebo que tuas rimas não são infantis. Achei isso do caralho! Até porque, quando faço poesia, sempre arranjo uma rima de amoção com coração. Quem sabe com o tempo te observando minhas rimas não se tornem emoção, deixa me ver, deixa me ver...ah! Pronto! Caminhão! Tá vendo, j´pa está surtindo efeito! :)

Obrigado pela visita e pelo elogio meu querido! Fuçarei mais por aqui.

P.S.: não sei o que você pode dizer se sai no Camaleão há trinta e um anos, mas eu sei o que eu digo, ou melhor, o que eu sinto: inveja! Seu infeliz, vai passar vontade nos outros!

Agora, além do Rodney, do AveSSo, tenho o Sibarita pra me lembrar quantos dias faltam pro carnaval. Porra, ninguém merece! :(

Brincadeiras a parte, um abraço, meu querido!

São disse...

Muito bom , pois.
Bom fim de semana.

Bruno Oliveira / Paulo Fernando disse...

A Luz - Rapaz parabéns pela sua poesia, você tem talento, vai virar poeta, ou seja já o é. Reconhecimento é com o tempo, olha eu também fazendo rimas(Rsrs).

Obrigadão por comentar lá no meu blog, foi uma grande satisfação ver sua opnião, que foi de grande valia. Continue nos visitando. Eu contuarei a visitar seu blog.

Paulo Fernando

Múcio L Góes disse...

Ae, salve, salve Bahia! tera santa!

inda passo um aniversario aí, no dia de Janaina!

e aqui, Recife ferve!

vlw!

Alice Matos disse...

Olá, Sibarita...
O teu poema fez-me lembrar os poemas palacianos... fáceis de escutar e cheios de paixão e admiração pelo ser amado...
Achei lindo...

Beijo grande para ti...

Bruno Oliveira / Paulo Fernando disse...

Post novo lá no meu blog, comenta, até logo.

Paulo Fernando

Nobre Epígono disse...

Obrigado pela visita ao meu blog.

Bonitas palavras sobre LUZ. Luz nos olhos de cada um de nós é sempre maravilhoso...

=]

Boa tarde.

Olhos de mel disse...

Oie conterrâneo arretado, viu? Estive por lá. Que água foi aquela, heim?
Que sua semana seja maravilhosa!
Beijos

Diva disse...

Bom dia meu Anjo de "LUZ", tudo muito maravilhoso, �s uma pessoa iluminada. Ab�

Oliver Pickwick disse...

Gosto de técnica, Sibarita. Sem ela, a inspiração conta pouco para mim. Esta poesia é obsessivamente técnica e criativa.
Começa, criando um verbo, "candeiar". Não se assuste, aos poetas tudo é permitido. Conclui, com um verso no mais puro non-sense: "afogado na enchente da vossa luz..."
Continue dando estas belas contribuições ao vernáculo.
Abraços!

SOS online disse...

Olá meu amigo inspirado, voltei para dizer que acabei indo no carna domingo em Villers-la-Ville e foi um fiasco. Nem dá para descrever. Eles caminhavam ao som de música de discoteca e eu fiquei gritando lá "cadê o samba, cadê o samba?"
Bom, vim te convidar a palpitar no post do SOS Miséria sobre o véu da Turquia. Queria sua opinião lá.
Grande abraço cheinho de amizade.
Alda