segunda-feira, agosto 20, 2012

TÁ PIRIPICADO!

Tá piripicado!

Tá piripicado! Se picou, foi mãe? Nega, o tempo é alado,
Seu olhar seduz, o coração dispara e você me fazia viver.
As formas de amar são tantas, queria senti-las ao seu lado
Que fui ao sol para encontrar essa luz que brilha em você...

Eu tenho sede do seu amor, não me deixe morrer na seca,
Tô de espinhela caída no gume afiado das asas do coração.
Vem me regar mãe, eu balanço mais não caio. Minha nega,
Os aromas suaves se encontram, se misturam nas emoções...

Minha pele negra é caminho, sol para todos os aconchegos,
O meu corpo é feito de amor, querer, linguagem e leitura
Espelhando a luz da lua na plumagem da noite. Nos desejos,
Vontade carnal gerida, entre, sua lucidez e minha loucura...

No claro escuro, a noite é, está. Tem você própria na fantasia
Da coisa, da fome, do humor, do sexo extraindo o seu profano.
Oie! Mais cedo ou mais tarde combinaremos todas as alegorias,
Minha outra metade: é o sacro, é o feroz e os desejos insanos!

Hum... Gostou, foi? (kkk) Ai meu Senhor do Bonfim! Você vem?
Vou me banhar na sua aragem e com você deslumbrar o infinito.
No rito lhe devorar,  bom né? –E aê? –Siba, você não vale um vintém!
-Eu? Ó pai, ó! Ô mãe, por você até boto roupa nova, ave Cristo! (kkk)

O Sibarita

BAIANÊS

Tá piripicado – Afirmativo, acredite, faça fé.
Se picou, foi mãe? – Foi embora.
Mãe – Carinhosamente chamando uma mulher desejada.
Tô de espinhela caída – Estou apaixonado.
Vem me regar mãe – Vem me desejar mulher.
Minha nega – Chamando carinhosamente uma mulher.
Aconchego – Carinho.
Vontade Carnal – Desejo de fazer amor.
Não vale um vintém – Não vale nada.
Ó pai, ó – Olhe para isso.
Boto roupa nova – Se vestir bem para impressionar.

Se ligue na HUMAITÁ WEB RÁDIO

9 comentários:

Olhos de mel disse...

Aff menino que fogo é esse homem? No frio daqui, ler essa poesia, deu até calor, viu?
Não vale nada? Que conversa é essa, heim?
Amei a poesia!
Boa semana! Beijos


LUZ disse...

OIE DOM SIBARITA,

Com explicação das expressões, a gente, se entende "pra falar de amor, seja aonde for, pra matar a saudade da felicide, dos momentos, que juntos passámos....". Gostou?

Obrigada pelo delicioso e carinhoso comentário, lá em meu blog. Que significa sibarita, por favor, me explica.

Lindo seu poema. Que desejo, e que volúpia, hein!
São bonitos os termos, até algumas metáforas que você emprega "casam" muito bem com seus versos.

E QUE ESSE AMOR, CHEGUE LOGO.

Beijos da Luz Portuguesa.

Vanuza Pantaleão disse...

Nossa, Siba!Depois dessa, até passou a minha dor de garganta.
Onde é que tu aprendeu a escrever assim, meu anjo baiano?[risos]

"Minha pele negra é caminho..."
Que coisa danada de bonita!!!!

Ó, tem post saído do forno agora, tá? Vai lá!

Beijinhosssssss!!!!!

Bandys disse...

Oi Siba,

Mais dos seus maravilhosos versos.
Fazia tempo que não olhava seu dicionario, mas nesse olhei quase todas as palavras.
Tá mais baiano que Caetano fio??

Adorei. Ta piripicado, rs!

beijos

Uma aprendiz disse...

Oi, Siba

Essa é sua forma de amar: intensamente.
Bom que o amor se renove, né?
Acho que, na medida em que nos apaixonamos, tudo se faz novo.
Propositadamente, na escrita nem sempre há mudanças, visto que identificamos as mesmas emoções, nunca saberemos se o quê os versos dizem remontam ao passado ou ao presente.
Painho, o hoje é agora. Já.
Como fã, ciumenta que sou, Eu diria: se feche neguinho!
Trate de tirar essa roupa nova, agoraaaaaaaaa! Kkkkkkkkkk
Mas quem sou eu, né?
Ame, neguinho.
Quem sabe no amanhã nem mar, nem céu, nem terra impeçam o que tiver que ser.
Né, não?
Ihhhhh, to piripicada!

Vou sair de fininho, a paulista.

beijos

Vanuza Pantaleão disse...

Tem festa hoje no Matagal, Siba. Uma singela comemoração ao aniversário do Arthurzinho. Lúcia e sua família merecem tudo de bom.
Mil carinhos!!!!

Jota Effe Esse disse...

Aff Maria! Muito engraxado esse teu baianês, bicho! Gostei muito. Meu abraço.

Vanuza Pantaleão disse...

Buenos dias, Siba!(estou de mudança pra algum algum lugar bem escondido da latino américa, rs)

Essa tal sopinha de letras é uma tragédia, mas vou pedir ao meu super filhote pra mudar esse troço.

Migo, um beijão!!!!

Vanuza Pantaleão disse...

Migo, acho que já resolvemos o probleminha da tal sopinha de letrinhas. Pode ficar à vontade no matagal!rs.

"Ai, ai que saudade eu tenho da Bahia
Ai, se eu escutasse o que mamãe dizia..."

Tchau, tchau, Sibaaaaa!!!