terça-feira, novembro 27, 2012

NEGROS, HERÓIS DO BRASIL!


Caro(a) leitor(a), por comemoração do novembro negro (Consciência  negra) coloco vários filmetes chamados de HERÓIS DE TODO MUNDO patrocinados pela PETROBRAS sobre os negros brasileiros que não são ditos, falados nas escolas e mídias. Infelizmente, esses HERÓIS NEGROS  são desconhecidos da maioria do povo brasileira.

Está nação se fez pelas mãos escravas, com os movimentos negros nascidos na Bahia, como ILÊ AIYÊ, OLODUM, INSTITUTO CULTURAL STEVE BIKE e MNU-MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO. A nível nacional A COR DA CULTURA. A nível de Governo Federal a FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES vinculada ao Ministério da Cultura é a partir dessas ações que começa a INCLUSÃO dos NEGROS  em todos os setores da sociedade brasileira.

Aquele leitor(a) que se dispuser a assistir os filmetes terá oportunidade única de aumentar os seus conhecimentos e orgulho de ser negro e dos negros deste pais.

Agradecemos à PETROBRAS pela iniciativa e patrocínio do projeto HERÓIS DE TODO MUNDO, ao Governo Federal que vem inserindo nas Universidades públicas as COTAS RACIAIS  para os negros o que é muito importante, apesar, dos partidos de direita DEM, PSDB e PPS  entrarem no SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL contra as cotas, mas,  perderam por unanimidade, eles da direita não se conformam que o NEGRO é gente, é humano e que podem e devem galgar uma Universidade! Esses PARLAMENTARES QUE SÃO CONTRA AS COTAS RACIAIS acham que nós os negros devamos morrer analfabetos, para eles, NEGROS BOM, É NA COZINHA, AS DELES, PREFERENCIALMENTE!
 
CLIQUE e CONHEÇA:
 
http://olodum.com.br
http://www.stevebiko.org.br
http://mnu.blogspot.com.br
http://www.acordacultura.org.br/herois
http://www.palmares.gov.br/

Nestes dois primeiros filmetes a vida de Luiz Gama que nasceu livre na Bahia por ser filho de português com a escrava Luiza Mahim. Ela foi uma das que organizou a REVOLTA DOS MALÊS EM 1835 na Bahia. O pai de Luiz Gama atolado em dívidas o vendeu como escravo para a província de São Paulo. 
 
O Sibarita

 

 PARE A RÁDIO HUMAITÁ AO LADO, ASSISTA AO FILMETE SOBRE LUIZ GAMA.
 
Luiz Gonzaga Pinto da Gama nasceu em 21 de julho de 1830 na provincia da Bahia. Era filho de um português e de Luiza Mahin, negra acusada de se envolver com a Revolta dos Malês, na Bahia a primeira grande rebelião urbana de escravos da história do Brasil. Aos 10 anos, tornou-se cativo, vendido pelo próprio pai.
 


LUIZA MAHIN
 
Personagem histórica, partícipe da revolta dos Malês. Figura histórica que lutou contra a escravidão. Viva na memória popular como símbolo de combate à sociedade escravista. Mãe biológica de Luiz Gama.
 
 
O Sibarita

9 comentários:

Olhos de mel disse...

Siba; grande post! Histórias que fazem parte da nossa história. Nós baianos, não temos como negar nossa raça. Porque até os que têm branco na cor, tem uma mistura do negro no sangue. Além do mais, herdamos dos nossos antepassados a cultura, a culinária, os costumes.
Somos um povo alegre, sorridente, festeiro. Somos trabalhadores incansáveis, apesar de sermos conhecidos por preguiçosos, pelos que desconhecem de fato, quem somos. Porque até no carnaval, estamos trabalhando de todas as formas, para que o turista se sinta bem e seja bem atendido.
Temos um passado que nos orgulha; pela força, coragem e perseverança.
A história de Luiz Gama é um exemplo dentre muitas que poderíamos citar.
E não é à toa, que muitos estrangeiros vêm a Bahia e resolvem aqui se radicalizar. Basta que conheça um pouco da miscigenação, que nos faz ter ORGULHO EM SER BAIANO...
Belo post! Beijos

Moça disse...

Nossa, que post genial!
Vou ate repassar seu endereco pro pessoal do trabalho!
Parabens!
bjao

opinandoemtudo.blogspot.com

Smareis disse...

Uma beleza sua postagem.
Historia que fazem parte do nosso Brasil.
Realmente heróis os Negros do Brasil.

Abraço e parabéns pela postagem atilada.

LUZ disse...

Olá, Siba!

Como tem passado?

Você é muito inteligente e perspicaz. E eu sou mulher, portanto tenho o sexto sentido, me antecipo, percebo, antes.
Eu já tinha lido toda a sua postagem, ontem, já escutei vídeos, etc.etc.
Tenho pouco tempo, mas sou curiosa.
Já consegui afastar/arrastar essa janelinha pop-up, de comentários, de que já lhe falei algumas vezes, mas não há postagem original na página de comentários, para eu reler, enquanto vou comentando, portanto ou fixamos tudo, o que é difícil, ou o geral, e se diz: lindo post. É a história de nosso povo, do qual nos orgulhamos, etc e tal.

Penso postar esse fim de semana, se meus santos/as me ajudarem.

Não é só você que está "ansioso", há mais gente, em fila de espera (rs).
Obrigada, pela chamada de atenção e carinho.

Linda noite.

Luz.

Vivian Loreti disse...

Seu moço, que post maneiríssimo! Adorei. Vou visitar os links que você deixou :)
Beijão!!!

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Maravilhosas sugestões de filmes, tenho colegas professores de história vou repassar esse post super informativo a eles, para enriquecer as suas aulas. Aqui perto temos um lugar, não é quilombo, é uma fazenda doada aos negros,para eles se estabelecerem depois da escravidão. A fazenda foi roubada uns pedaço e hoje tem uns intruso loiros por lá que dizem filhos de negros que exploram o local, mas o povo de lá estão se organizando e está ficando muito bonito o projeto deles, um dia vou lá conhecer e fazer um post. O nome do lugar é Casca, já tem muitos estudos sobre esse projeto. Na minha infância tinha uma escrava a Dona Purcilhana, eu era apaixonada por ela, que mulher alta, ela tinha no pescoço colares maravilhosos era uma mulher linda e de fibra, ela faleceu a muitos anos mas sempre me lembro da beleza e da postura dela era uma verdadeira rainha, a filha dela era muito amiga de minha mãe, sempre estávamos lá visitando.
Vou parar, são tantas histórias...
Tenha uma semana iluminada.

Uma aprendiz disse...

Bom dia, Siba

Dentre tudo que admiro em você, esse seu senso de defesa/divulgação da cultura e da história do povo baiano é a mais marcante.

Parabéns!

beijos

Bandys disse...

Ola Siba,
Ômeu pai ta levando toco, ?? kkkkkkkkk. Pede que deus dá, kkkkkkkkk, te deu neh?? hahahahaha

Olha seu post é excelente e excelência. Mas confesso que meu herói e do povo Brasileiro atualmente é Joaquim Barbosa que meteu a caneta e colocou os ratos na cadeia. Não se intimidou em momento algum, corajoso, paciente e competente.

Ontem mesmo vi a mãezinha dele, uma negra de cabelo branquinha toda orgulhosa do filho.

Bom vou deixando beijos e agradecendo seu carinho por mim.

Enigmático Byjotan disse...

A cultura, pode até não reparar, mas a cultura pode sim amenizar o erro histórico de não dar crédito àqueles que nos deram uma nação digna, as custas de seu suor e sangue.Heróis e mártires não devem ter cor. Heróis e mártires deveriam sim, ser exemplo a ser seguido e lembrado por suas lutas com o devido respeito e a sinceridade que tanto merecem.Uma causa digna à defendida por sua bela postagem.Abraço carinhoso do.:-BYJOTAN.