sábado, setembro 20, 2008

DECIFRA-ME!

Decifra-me!

Decifra-me,
antes, acendas a tocha da paixão
marcando as asas em mim.
Olhai as cigarras, existe o canto,
música suave e estrelar harmonia.
Coração que se acende,
o canto não se abisma, modula.
Nele, a freqüência, a sintonia...

Decifra-me,
oceano, estou mar!
Uma vela içada e um barco de levar,
marulhas, ondeias, brilhas e me vences.
Arribo a proa e ponho para navegar,
no entanto, abro-te os desejos ao tempo
e o teu coração em pleno silêncio...

Decifra-me,
meu coração é néscio,
mas, tem os dentes de aço
e o sentimento de prata.
Reluzente em luas bravas,
zumbe pelas madrugadas...
Algo nele viaja em fuga, é seta
que mira estrelas em noites andarilhas,
é foice ceifando a réstia de luzes perdidas...
Mas, se quiseres saber, é colibri ao amanhecer!

Decifra-me,
sou jardim florescente,
que olhos retorcidos
olham torto pelo brilho.
Semeando sementes, luas tantas
em céu azul que floresce dos lírios!

Devora-me!
A alma arde volátil em chamas,
está tudo no olhar, a paisagem toda
Conciliando o horizonte no correr das horas
O mar, a aura, os arrecifes, a flor e a harmonia.

Ah! Se o teu coração regasse os céus,
acenderia a noite... Decifraria os dias!

O Sibarita

22 comentários:

Mary disse...

MEU QUERIDO

HA, É COM UM POEMA DELICIOSO COMO ESTE QUE NOS FAZ TER OS DIAS MAIS COLORIDOS. ADORO QUANDO ESCREVES ASSIM, ALEGRE, APAIXONADO, O BOM SIBARITA DE SEMPRE. SIMPLISMENTE ENCANTADOR !!!

e como não poderia deixar de lembrar como boa gaúcha, SALVE 20 DE SETEMBRO. DIA DO GAÚCHO, ANIVERSÁRIO DA REVOLUÇÃO FARROUPILHA.

" MOSTREMOS VALOR CONSTÂNCIA;
NESSA ÍMPIA E INJUSTA GUERRA;
SIRVAM NOSSAS FAÇANHAS;
DE MODELO A TODA TERRA"
(Trecho do Hino RIO-GRANDENCE)

AMIGO UM BAITA BEIJO E UM ABRAÇO GAUDÉRIO DA TUA GURIA

Olhos de Mel disse...

Oie Siba! Mesmo a distancia, me traduz em cada frase que escrevo... Nossa, lindinho! Você está demais, hiem? Por quem será, que esse coração tem ditado tanta coisa maravilhosa? Amei, viu?
Bom domingo! Beijos

biazinha disse...

Conviver e desvendar um véu interno lentamente, é o passo a passo de um enigma.
Quando há paixão labirintos, enigmas e quebra-cabeças são pura combustão.
Belíssimo poema!

Beijos.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu neguinho.
Um poema fantástico e muito apaixonante:
Lhe admiro como mestre e como amigo.
Vc. sabe usar as palavras e transformar em versos seus sentimentos aflorados.
Já lhe decifrei meu fio, um ser apaixonado,uma alma iluminada, um poeta sonhador, um homem que vive a vidasempre procurando ajudar ao seu próximo, um lindo de corpo e alma, um ser que traz dentro do seu coração muito amor , muita paz, muita sabedoria, muito calor humano,muita alegrias, muitas solidões,muitas paixões escondidas,
enfim, meu neguinho , se eu fosse decifrar vc. aqui no blog, não haveria mais espaço para ninguem comentar.
Pois vc. além disso que falei , és muito mais.

Bem o seu poema, faz com que nós mulheres sejamos desejada.
Beijos Siba.
Lembranças a Painho.


Regina Coeli.

paula barros disse...

Ai, ai, o homem começa com decifra-me e termina com devora-me.

Fio, gostei muito dessa parte.


"A alma arde volátil em chamas,
está tudo no olhar, a paisagem toda
Conciliando o horizonte no correr das horas
O mar, a aura, os arrecifes, a flor e a harmonia."

paula barros disse...

Fio, fiquei tão, tão com o devora-me, com uma fome...
que esqueci até de deixar beijos devoradores. rsrsr

Oliver Pickwick disse...

O Sibarita em um momento esfíngico. Corpo de leão? Cabeça Humana? Dragão? Muito mais: asas de imaginação poética.
Um abraço!

Etelvina disse...

Oi, neguinho
já tõ ficando arretada com essas suas declarações de amor.
Oia que vô "vuando" dá uns sopapos nessa muié desalmada. kkkkk

Tá xonadinho, fio?
Isso é muito bom, assim vc nos presenteia com esses versos tão lindos.

Procurei aqui seus poemas mais antigos mas meus cabelos loiros falsificados não me deixaram achar.

Eita isso tá virando uma carta.

Amei seu poema. Você escreve maravilhosamente, aliás, vc e a Deusa, amo vocês.

Por mais que eu tente não consigo te decifrar não. Sinto que suas entrelinhas são mais profundas que o mar. E suas trilhas levam a lugares distantes só por voce visitado. Você pede, mas no fundo quer manter o segredo.

Mas, como uma colibri vou deitar-te um beijo paulista na sua testa.
De leve, suavemente e te dizer:

Bons sonhos poeta.

Bandys disse...

NOSSAAAAAAAAAA, QUE PAIXÃO!
PTIMEIRO DECIFRA E DEPOIS DEVORA...UM CORAÇÃO QUE REGA OS CEUS, ACENDE A NOITE TEM UM PODER MUITO MAIOR DE DECIFRAR OS DIAS...
APAIXONOU-SE FOI???
BEIJOS
TO VOLTANDO DEVAGAR...
AGRADECIDA PELAS PALAVRAS LA NO MEU CANTO,

Corações & Segredos disse...

Meu dengo!
Decifrei e devorei todo esse poema...e....

Saudades, beijos!

Olhos de Mel disse...

Oie lindo! Passei para deixar esse link pra você.
http://www.vidaalmaepoesia.com/23www.vidaalmaepoesia.com.htm
Beijos

Olhos de Mel disse...

Oie Siba apague a mensagem anterior. Ta errado! Desculpe. O link é esse:
http://www.youtube.com/watch?v=yAyIrXPjrzE
Bom domingo! Beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá neguinho.
Passei para lhe desejar um domingo, junto a painho com muita paz, amor é saúde.
Beijos e fiquem na paz do mestre jesus.

Voltei a ler decifra-me, lindo e vai ficar gravada na minha memória, mais uma para eu gravar.
beijos e beijos da amiga de sempre.
Siba esqueci de comentar gostou da poesia DESEJOS?.kkkkkkkkkk.
Pois seu comentário foi aflorado né seu menino arretado.kkkkkkkkk.
Obrigado por suas visitas ao meu cantinho, sabes que seus cometários são muito importantes para mim, como amigo e mestre.

Regina Coeli.

Peter Pan disse...

Oh, Fantástico e Brilhante Amigo:
Você tem um talento ímpar e é uma preciosidade como poeta.
"...Decifra-me,
meu coração é néscio,
mas, tem os dentes de aço
e o sentimento de prata.
Reluzente em luas bravas,
zumbe pelas madrugadas...
Algo nele viaja em fuga, é seta
que mira estrelas em noites andarilhas,
é foice ceifando a réstia de luzes perdidas...
Mas, se quiseres saber, é colibri ao amanhecer!..."

Indescritível pela expressão fantástica do seu admirável sentir.
Um poetisar Perfeito.
OBRIGADO sentido pela sua preciosa amizade.
Parabéns sinceros.

Abraço forte de grandiosa estima e respeito.
Sempre a lê-lo e a relê-lo com deslumbre

p.pan

Etelvina disse...

Neguinho,

deixa eu postar suas poesias no meu blog?

Por falar em blog, eu não tô aqui. Magoei. kkkkk

me responde tá?

beijo paulista no seu
coração apaixonadim

Sonhadora... disse...

Puxa, decifra-me e depois devora-me....q paixão heim...arrasou..hehehe

bjos e linda primavera prá ti!

Olhos de mel disse...

Siba, lindinho! Passando para lhe desejar uma semana cheia de realizações! Beijos

água cristalina disse...

Oi,

Passando e amando o poema apaixonado...
Amei...

Decifra-me,
oceano, estou mar!
Uma vela içada e um barco de levar,
marulhas, ondeias, brilhas e me vences.
Arribo a proa e ponho para navegar,
no entanto, abro-te os desejos ao tempo
e o teu coração em pleno silêncio...

bjssssssssss

Carla disse...

decifrar o todo que este poema nos oferece é um verdadeiro milagre...adorei a evolução crescente de todos os sentires até chegar ao...devora-me!
beijos

Pati disse...

Oi,Nélson..to por aqui,retribuindo a visita.Sou uma mulher muito inconstante,qdo enjôo da net,sumo...rsssss...mas sempre volto.Obrigada por vc ir sempre ler as postagens,mesmo q não haja novas...kkkkk....adorei os ultimos poemas teus,vc sabe usar as palavras com maestria.
Beijos e linda semana prá vc.

Leticia Gabian disse...

Que lindo, cumpadi!
Tanto o decifrar, quanto o devorar... Gostei muito mesmo!
É arrebatador... A gente começa a leitura e vai num fôlego só até ao fim.

Beijo grande

Kátia disse...

Li,reli e li novamente e guardei em cada "lugar meu" cada palavra escrita.Muito lindo!!!Obrigada pela preciosa partilha.
Beijo,beijo!