quarta-feira, setembro 24, 2008

EL TIEMPO

(Abaixo estou deixando a poesia original que é em português, depois, foi traduzida para o Casteliano.)

El tiempo!

Son dos los polos, son dos ojos
escurre entre manos, juega con sentimientos
disfraza, traduce, prende...
¡No escapo!
Tengo amarras, preso a lo invisible,
ningún rostro, pura imaginación...
A veces la pasión, a veces la ilusión,
Lo bello y lo infinito, ¡eslabones por un tris!
El tiempo,
destila por el placer del dolor
y, recoge los besos que me diste,
( Ay, ¡tus besos tienen fuego! )
aunque sean en sueños...
Quizás misterios,
quizás laberintos,
bien lo sabes...
Y, cuando al acaso mi tiempo determines
de tu tiempo beberé el cáliz de tu ser...
El alma, ¡mi alma!
Luz del alba
relucirá mente y cuerpo
andará sobre el placer de tus sueños
romperá tus trenzas de cabello,
besará tus labios
y de mis ojos verás un cielo de color.
¡El tiempo centella!
El tiempo conspira...
¿Dime entonces ?
¡Ay de mí!
¿Seré fugitivo de un tiempo, el camino ?
En un punto, cualquier punto...
¡La travesía!

O Sibarita

O Tempo! (Original em português)

O tempo!
São dois pólos, são dois olhos
escorre entre mãos, brinca com sentimentos
disfarça, traduz, prende... Não escapo!
Tenho amarras preso ao invisível,
nenhum rosto, pura imaginação...
Por vezes a paixão, por vezes a ilusão,
O belo e o infinito, elos por um fio!
O tempo,
destila pelo prazer da dor
e, recolhe os beijos que me destes,
(Ai, Teus beijos tem fogo!)
ainda que sejam em sonhos...
Talvez mistérios, talvez labirintos,
bem sabes...
E, quando ao acaso o meu tempo determinares
do teu tempo beberei o cálice do teu ser...
A alma, minha alma! Luz da aurora
reluzirá mente e corpo
andará sobre o prazer dos teus sonhos
romperá as tuas madeixas, beijará teus lábios
e dos meus olhos verás um céu de cor!
O tempo lampeja! O tempo conspira...
Diz-me então? Ai de mim!
Serei fugitivo de um tempo, o caminho?
Em um ponto, qualquer ponto...
A travessia!

O Sibarita

16 comentários:

paula barros disse...

Home, isso não se faz. Teu blog demora a abrir, e quando entro o baianês se transformou.
Entendi muito pouco, quase nada kkkk
Fio, que maldade. Até a imagem tá meio assim...
Agora enrolou a língua fio. E deu nó no meu juízo.
Chama Corró para ajudar a desfazer esse negócio, viu fio.

um beijo bem pernambucano, oxente.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado mestre Siba.
Só vc. mesmo, para fazer uma maldade dessa.
Mas como sou uma Deusa vou traduzir, e posso lhe dizer lindo.
O TEMPO!.
São dois polos e dois olhos, que desliza á disposição.
Joga com sentimentos, ele traduz, ele trava, os cabos da amarração.
Prisioneiro a rede de cabelo, nenhuma cara, pura imaginação.
Às vezes paixão, as vezes ilusão.
Bonitas e a coisa infinita, ligação por um tris.
O tempo destila pelo prazer da dor e pegará os beijos que me é.

Ai, seus beijos tem o fogo, embora estejam em sonhos.
Talvez mistérios, talvez labirintos, você sabe a boa.
E quando a possibilidade meu tempo você determinar de seu tempo, eu beberei o cálice do seu ser.
A alam, minha alma, luz do alvorecer, brilhará a mente e corpo.
Andará no prazer de seus sonhos, que quebrará suas tranças de cabelo.
Beijará seus bordos, e de meus olhos você verá um céu de cor.
O tempo corre,o tempo conspira,
Diz-me então?. Ai de mim.
Eu serei um fugitivo de um momento a maneira?.
Em um ponto, algum ponto...
A passagem!.
Lindo, obra de mestre.
Nossa está melhor lido em casteliano.
Se esqueceu que sou filha de Espanhol?
beijos amigo.
Lembranças a painho.
Afgora ficará mais fécil para nossos amigos da blogsfera traduzir.
Beijos e mais beijos Siba.

sua amiga de sempre.

Regina Coeli.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu fiô.
Espero que vc. atravesse esse tempo, e possas enfim se entregar de corpo e alma, a essa sua paixão.
Não uma paixão sonhada e sim uma pura e verdadeira imaginação.
Recordando os beijos, que te queimam a alma.
amigo Siba, vc. como sempre um inspirador, um sonhador e um eterno apaixonado pela sua musa.

Não dá para ser de outra forma.
seus poemas já o dizem.

beijos e fique na paz do mestre jesus.

Regina Coeli.

Etelvina disse...

Oi, neguinho

Ainda bem que li tudinho que a DEUSA escreveu, porque num entendi nadica de nada do seu. kkkkk

Ai essa minha ignorância que me atravanca as idéias.

Mas, já imaginava que vinda de um poeta como você só poderia ser uma poesia linda.

Num judia mais assim dessa sua amiga paulista.

Tú é ruim, bixinho. kkkkkkkkkkkkkkk



beijo paulista na testa

Mary disse...

MEU DOCE

MARAVILHOSA ESCRITA, DELICIOSAMENTE ROMANTICA, COMO BEM CABE A UM SIBARITA. DEVIDO A NOSSA PROXIMIDADE COM A ARGENTINA E O URUGUAI, CASTELHANO É NOSSA SEGUNDA LÍNGUA E TUA POESIA ESTA DIGNA DE NERUDA, O HOMEN QUE MAIS ENTENDEU O CORAÇÃO FEMININO, QUEM MELHOR SOUBE ESCREVER SOBRE O AMOR. PARABÉN MEU QUERIDO E UM " BAITA" BEIJO BEM GAUDÉRIO NO TEU CORAÇÃO DA TUA GURIA

Deusa Odoyá disse...

Oi meu fiô.
agora sim, traduzido, fica melhor para seus amigos comentarem.
tentei ajudar, pois muita coisa que vc. postou em espanhol, tem dupla tradução.
Mas vc. como mestre e poeta, soube muito bem empregar as palavras.
Parabéns Sibarita, vc. é mil.


Mas é um poema muito lindo, puro e de muita sensibilidade.
Uma paixão escondida, sofrida, esperando o momento certo da sua libertação.
Beijos da sua amiga de sempre.

Regina Coeli.

Deusa Odoyá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Olhos de Mel disse...

Eita baiano arretado viu? Nossa lindinho... vir aqui é entrar num mar de desejos e paixão... é invejar a musa desses seus sonhos, saborear cada palavra, que tão bem compõe, poemas cheios de amor e tesão.
Beijos

Etelvina de Oliveira disse...

O Sibarita

Agora simmmm. kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Entendi tudinho (ou quase? kkk).

Adorei! Já o tinha lido, fuçando nos seu blog.

Esse seu versejar resguarda sua musa e revela, sem revelar, essa sua paixão.

Se ela for real, torço para que se amem muito. Se for sonho, que ela continue a te inspirar.

De ambas as formas, torço por você.

beijo paulista na testa

Bandys disse...

Menino,
Eu amei!!
Tanto a imagem quanto o poema.
Eu to dependendo desse tempo pra estar mais presente.
Tenho feito aque X na parede sabe?? Em todas as línguas, rsrs, vixxi!
Mas sempre agradecendo por ter dado tudo certo.

Mas me aguarde!!
Venho com a corda(do tempo) toda, kkk
beijos

paula barros disse...

Querido
Voltei com a traduçaõ srsrs Tive que pedir ajuda. Agora posso dizer que achei muito linda.
E para quê escapar?
O caminhar em alguns momentos pode não ser fácil, não ser tão claro, mas você sabe caminhar, sabe conduzir, sabe se dá. Onde tem ser humano, onde tem vidas pulsando, tem mistérios, tem labirintos, tem vidas passadas....mas se tem disponibilidade para se viver e fazer diferente é possível. Basta querer, ter paciência, ter diálogo. E tenho certeza que você tem, e ainda tem mais, tem amadurecimento.
Gostaria de ter memória suficiente para decorar.
Mas o importante é sentir....

abraços com muito carinho

Corações & Segredos disse...

Por vezes a paixão, por vezes a ilusão,
O belo e o infinito, elos por um fio!
O tempo,
destila pelo prazer da dor
e, recolhe os beijos que me destes,
(Ai, Teus beijos tem fogo!)
ainda que sejam em sonhos...
Talvez mistérios, talvez labirintos,
bem sabes...
E, quando ao acaso o meu tempo determinares
do teu tempo beberei o cálice do teu ser...
Saudadesmeu Dengo!
Beijos mil para vc......

Olhos de mel disse...

Lindo Siba! Vim lhe ver e desejar um bom fim de semana! Que ele seja de realizações, fogo e paixão! Beijos

bat_trash disse...

Sou alguém que vc já conhece...:)

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
"O tempo conspira..." No invisível, nos sonhos, nas perguntas, nas respostas, nos desejos, nos caminhos...

Adorei!

Beijo grande

Oliver Pickwick disse...

Belas e sábias lucubrações acerca do tempo. Foi além da Física Quântica.
Seus poemas, velho Sibarita, primam pela excelência em qualquer idioma.
Um abraço!

P.S.: A partir de hoje, começo a atualizar as minhas visitas. :)