terça-feira, setembro 16, 2008

GOTAS II

Gotas II

Que passos são estes?
Descubro o objeto do destino
nas tuas rosas, elas exalam
o teu perfume, estou imerso
na essência sublime dos amantes!
Não vou, me deixo ir...
Suspiro a tua paixão,
meus segredos e desejos
teus cantos e encantos
nossos riscos, nossos risos.
Tudo é azul, tudo é verde
tudo é luminoso, tudo é brilhante...
Observo a paisagem,
são outras barcas ancoradas,
outro mar, outra brisa
e te mostras por inteira
na dimensão do deus Eros.

Meu ouro,
o sol que vês, o céu aclara...
No estampado dos teus olhos
revela-se o sino escondido
da tua alma enamorada,
lacrada!

Ah! Essa alma alegre, quieta
transcendida em estrela,
à espera...

O Sibarita

21 comentários:

Déa disse...

Gostei mais do primeiro, porque concordo que "amar é caminhar de olhos vendados sobre cacos de vidros"
Beijos
Dea - a sem net e sem tempo!

Bandys disse...

Lindo, lindo!

Que passos são estes?
Descubro o objeto do destino
nas tuas rosas, elas exalam
o teu perfume, estou imerso
na essência sublime dos amantes!


Esse é o passo do amor...porque no amor ate flores nascem de espinhos

beijos

paula barros disse...

Fio, as vezes não comento direito por não entender. Agora que esta linda e eu sinto o que escreveste, o que digo?
Digo que gostaria de ter escrito.
Por sentir a alma alegre e leve.
Vendo o pôr-do-sol sereno em meus dias. "tudo é luminoso, tudo é brilhante". Com a cor do arco-íris. Vendo a lua e lembrando da praia para caminhar, para namorar.
Sentindo a alma embalada por uma alma boa, sensível, inteligente. Embalada em muito carinho.
Fio, esta belíssima, linda, maravilhosamente apaixonante.
beijos em ti.

Regina disse...

Olá meu neguinho.
Siba, Vc. como sempre se deixa levar por suas emoções.
Suas escritas tem sempre uma iluminação interior, pois escreves com sentimentos, paixóes e algumas vezes nos passa muita melancolia, muitas saudades e muitos
desilusões recolhidas também.

Mas gosto de seu modo de escrever, passas muita firmeza de sentimentos.
Fiô:Por mais longe que o espírito alcance, não vai tão longe como o coração.
Tire o chapéu para o passado e arregace as mangas para o futuro!.
tire de cada difuculdade que a vida lhe trouxer, a lição de que nada tem valor a não ser o que é conquistado.
Quando a tristeza vier ao seu encontro,deixe sair dos olhos uma lágrima, da boca um sorriso e do coração uma prece, pois não são covardes os que choram por amor, mas sim aqueles que amam com medo de chorar.

beijos e saúde a painho.

Regina Coeli.

Peter Pan disse...

Sensível e talentoso amigo:
Um poema fantástico. Admirável.
Um enamoramente perfeito que expressa com a sua notável forma de ser sem iniquidade ou falsidade.
Carregado de sensibilidade poética deslumbrante direccionada, como é óbvio, às lindas mulheres.
Incrível de pureza e genialidade brilhante, pura e sensacional.
Abraço, espectacular amigo.
Sublime!!!!!!!!!!!!!!!

p.pan

biazinha disse...

Uma das vertentes do amor é essa: exalar em versos tanta paixão!
Lindimais esse poema!

Beijos.

Leticia Gabian disse...

Concordo com Déa, cumpadi, o primeiro está mais denso, mais sentido, embora este também esteja muito legal.

Abração, querido!

Sonhadora... disse...

Lindo, são os passou do amor, q chegam suavemente sem q vc possa se dar conta.

um grande beijo!

Luíza disse...

Passando para dizer 'quanto tempo...'

Beijos Sibarita!

Olhos de mel disse...

Siba, você ta demais, viu? Nossa, arrepiei, lindinho! Lindo, sensual, carinhoso...
Amei! Beijos

Quase Trinta disse...

Está tão lindo que é difícili escolher a parte que masis gostei... "susperio a tua paixão, meus segredos e desejos teus cantos e encantos"
Eu é q estou suspirando aqui...
beijos

Carla disse...

de ouro esta tua paleta de cores com aroma a maresia
beijos

Corações & Segredos disse...

Ah! Essa alma alegre, quieta
transcendida em estrela,
à espera...

Lindinhu, beijos mil

paula barros disse...

Oi, fio, bom dia!
Vim ler e pegar um trechinho.
"Não vou, me deixo ir...
Suspiro a tua paixão,
meus segredos e desejos
teus cantos e encantos
nossos riscos, nossos risos."

Eu vou...
beijos e abraços com carinho.

Jhennifer Cavassola disse...

Oiii!! Adoro quando vc vai no meu blog, traz um alegria :)

obrigada!!!

beijos

Sininho disse...

Olá querido Sibarita, obrigada pela sua simpática visita ao cantinho da terra do nunca e pelas palavras tão amáveis!
Já retirei a verificação das palavras nos comentários, como sugeriu e muito bem. Obrigada pela dica! :)
Vim desejar-lhe um excelente fim-de-semana e depositar-lhe umas estrelinhas cintilantes, para iluminarem este seu cantinho com carinho, paz e alegria.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

Etelvina disse...

Bom dia, neguinho.
Hummm.... fiquei de bico, ocê tá xonadinho é?
Quem é essa malvada que te maltrata a alma?
Diz pra ela que aqui todo mundo te ADORA.

Adoro seus textos - alguns não entendo nadinha - mas não comento para você não descobrir a cor dos meus cabelos. kkkkkkkkkk

Prefiro as poesias. Ah, nessas nossos corações se entendem.

Adorei, viu neguinho.
Destaco duas palavras: lacrada e à espera.
A mais dificil delas é esperar.

beijo paulista na sua testa

Etelvina disse...

Responda isso direito.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Oliver Pickwick disse...

Machado de Assis assim referia-se ao amor: "em que escritura, divina ou humana, já foi dado como delito amarem-se duas criaturas?"
Pelo visto, você é da mesma escola, Sibarita. Este poema é um clássico acerca do amor.
Um abraço!

Deusa Odoyá disse...

Olá meu neguinho.
Um bom domingo para vc. e seu painho.
Muita paz e amor em seu coração.
Concordo com tudo que disse nosso amigo Oliver.
Estás transbordando por seus poros, todo o amor que há dentro de si.
Isso é muito bom, amarmos a vida, as pessoas, os animais e principalmente um grande amor, vivido intensamente.

Beijos Siba.

Regina Coeli.

Kátia disse...

"Ah! Essa alma alegre, quieta
transcendida em estrela,
à espera..."

Esse trecho é a minha cara.Parabéns!!!Beijo e cheiro!!!