sábado, maio 12, 2012

MARIA MÃE

Maria Mãe

Dedicada a todas as Mães!

Chama por Deus, em clamor, lágrimas no rosto
É, corta o vento das noites sacudindo o relento
Acorda Maria caminhando de um lado ao outro,
Olha para o céu num azul às avessas, cinzento

Moradora de rua, os filhos em caixa de papelão
O seu dia já nasce tão banguelo, pedindo pinico
Negra, mãe do mundo, basta ouvir o seu coração
Mas, ninguém lhe olha, ninguém vê esse abismo...

É mais um dia sudário, na cruz, Jesus sangra.
Penetra a fome no fundo, é uma faca azulada
Sem cabo, sem lâmina, sem dó, arma branca
Adentra dilacerando, auroras esquartejadas...

Assim, ronca a fome na palidez dos pratos vazios
Maria, mira os restos de lixos em manhãs ditosas
Dos afortunados nos espelhos espatifados e frios
Mal dos dias, ranger de dentes, miséria exposta...

Ó meu Deus! Mãe de fibra, guerreira sem saber
Do seu dia, maio, mês de Maria a pura essência
É seu dia também. Um presente, uma flor, cadê?
Lembro de você nesta data, estranha ausência...

FELIZ DIA DAS MÃES!

O Sibarita

8 comentários:

Desnuda disse...

Querido amigo Sibarita,


Poema que emociona profundamente. O coração lê e sente...Lindo, Siba. Meu coração ficou do tamanho do mundo para abraçar todas as mães.


Obrigada meu querido. Carinhoso beijo e terno abraço.

Olhos de mel disse...

Oie Siba que linda poesia! Eu entendo bem isso Siba, porque também já não tenho a minha...
Feliz dia das mães! Apesar da dessa estranha ausência para nós.
Beijos

Bandys disse...

Ola Siba,
mas eu vim antes aqui,era um texto pensei comigo vou comentar depois pois tinha que ir na rua. Agora o homem como um golpe de mestre apresenta essa belezura pra gente, só vc mesmo. u alem de mae sou BOAdrasta, rsrsrsrs é assim que eles me chamam e eu acredito ne, fazer o que.E olha que são de maes diferentes, hahahahaha.A imagem ficou linda demais.
O texto perfeito.
Obrigado pela homenagem... mas volte com o outro textinho depois...o das montanhas pra eu poder comentar.Afffff que homi danado!!!!!

Beijos e abraços e se vc quiser eu te adoto tambem, é linha dura, kkkkk

Sandra disse...

Linda e bela esta poesia.
Um carinho muito especial para as Mães.
Também postei na interação, junto com os meus filhos. Um dedicação especial para mim mesma, rsrrssr

Retribuindo a sua visita..
Agradeço o seu carinho por esta na Curiosa. Fiquei muito feliz com a sua chegada. Muito obrigada. Tenha um lindo domingo, cheio de luz e paz.
Carinhosamente,
Sandra

Amigos se conquista com os carinhos...Com alegria e a ternura.

Um grande abraço,

Paula Barros disse...

Esta Maria, tão sofrida, que a gente esquece de olhar. Esta Maria, que você descreve, nos faz lembrar do quanto somos afortunados, e nos esquecemos de agradecer.

Abraço, obrigada pelo carinho lá no blog.

ELANE, Mulher de fases! disse...

Eh Siba, q poema maravilhoso, e infelizmente, muitas Marias mães, são esquecidas, seja na rua, seja nas casas por filhos ingratos, maridos brutos, enfim, só quem sabe o valor de uma mãe é que sabe o significado desse dia,aliás, todos os dias é dia das mães...

Anônimo disse...

Siba querido deixo a você o significado de mãe.
Mãe:
È o sentido da vida,
é a razão de entender,como podemos ser fortes, nos momentos em que todos nos julgam impotentes.
Mãe é o colo perfeito,onde as lágrimas de dor se transformam em aprendizado.
Mãe é o milagre de viver, é onde tudo começa, é o amanhecer do viver
de cada um...
Feliz e abençoado dias das mães.

beijinhos meu lindo amigo e poeta.
Paz e luz sempre em sua vida.
Regina Coeli.

Uma aprendiz disse...

Parabéns pela critica social que faz em seu poema.
Esta é a realidade fria e crua da nossa sociedade. Enquanto os que podem comemoram mais esse dia instituido comercialmente, uma grande maioria, marginalizada e esquecida, padece o Dia a dia que lhes cabe.
Triste, mas, infelizmente,leremos e nos emocionaremos, e depois, quando desligarmos o computador, a vida seguirá indiferente.
Felizes dos que agem!

Beijos