quinta-feira, maio 01, 2008

O 83 e o 58...

Este vídeo é ao vivo do reggaeman Edson Gomes, baiano de Cachoeira,
o maior regueiro do Brasil. A música chama-se ÁRVORE, nela me encontro.
No show, sim, eu estava. Assistam, vale a pena!

"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
O 83 e o 58...

À dona Dulce minha mãe
Aniversariante também.
Em memória.

À minha mãe que chegaria aos oitenta e três neste primeiro
Envio-te orações por aquelas estrelas que brilham no céu.
Ao espírito de luz que em ti contém: O meu amor verdadeiro
Em lágrimas de saudade caindo -uma a uma- no mar de Jauá...

Valha-me Deus! É primeiro, maio
Mainha, é nosso aniversário!
Ai é que saio!
Coloco os meus pára-raios
Caio na gandaia, me esvaio...

Faço aqui as minhas vontades deste maio, primeiro!
É sim, encontro-me em pleno vigor físico e intelectual
Ai, meu Deus! Nesses meus cinqüenta e oito janeiros,
Continuo o mesmo homem simples, vulgar e especial...

Ai Senhor do Bonfim! Eu estou todo brejeiro,
É meu aniversário! Eu, sereno, esquivo, leve
E tão silente, singro num céu de brigadeiro
Sob a lua espantando o atro ocaso do tédio.

Ah! Eu cavalgo a rocha dominando a aspereza da lida
Na flor silvestre que desabrocha na viva luz... Eu fico,
Flutuo numa atmosfera rarefeita e existe tanta vida
Que no aroma do viver minha alma adeja pelo infinito...

Na própria luz reveladora dos dias com meu pai me pareço.
Respiro o Deus nas alturas ao sol de girassóis e tudo flui
De ser paixão e vagar na solidão oculta em que me perco
Pelas ruas do meu eu. Ontem sou, hoje serei, amanhã fui.

Ondas e ventos se calam e a noite e o mar
Murmuram na lua minguante da solidão...
Sou sol crescente da luz de prata de Jauá
Onde, me contorço, em plena inflexão...

Do homem que chega aos cinqüenta e oito
Na febre sã da aurora na curva em gráfico
Desenhando uma queda de alcance longo
Nos passos elípticos desses anos ou átimo.

O crepúsculo espelha sol e lua nos francos
Corre o tempo voraz, segue, no teu tropel...
Marcha sem fim a rodar aprumos e prantos
Nas horas correndo. Ó diversão doida e cruel.

Tão menos que a silhueta. O tempo é avaria
É um poente em cinza e laivos de amaranto
Vindo na imagem branda e esquiva dos dias
De olhos vítreos na esquina dos meus anos.

Oh, Deus! A fúria do jovem que já houve, não há mais,
A vida sucumbe nos instantes que passa e nada reverte.
A morte em seu palor... O que ontem foi, hoje, é jamais.
Evoé! Não me entrego, caio na gandaia e pinto o sete!

No fundo das coisas idas montado nos aprumos
No bojo das horas densas mago dos ventos serei
E desse tempo breve e paladino dos meus rumos
Do meu destino como um legado de desejos, rei.

Signo de touro sou sol da manhã e lua nova,
Aos que quiserem me ouvir: Ah, vem comigo...
Que nesta data o espírito renasce e se renova
Nos abraços de todas amigas e todos os amigos.

E comigo: o meu pai, meus filhos e os meus irmãos
As sereias do mar, da terra e todas as sereias do céu.
E comigo: a noite, a lua e a musa em um só coração
No aroma e desejos dos nossos corpos largados ao léu...

Debruçado no terraço
Observo o horizonte baço...

O Sibarita

23 comentários:

O Sentir dos sentidos disse...

Mas que surpresa maravilhosa querido Siba. Estou de "férias" da blogsfera, estou de "ferias" de escrever, mas resolvi dar uma passadinha aqui em sua casa para te ler, e veja só: È o seu aniversário, muitas e muitas felicidades, parabéns prá voce...nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida; Viva Sibarita!!! VIVA!!!...ÊEEEE!!!!
Tudo de bom poeta querido, para voce e toda sua família.


Beijo...........

Tem bôlo aê tem? rsrs...adoro o glacê típico dos bôlos de aniversário.
Há sim, nem comentei sobre a beleza do seu poema...precisa não né? Vou repetir a mesma coisa de sempre...LINDO!!!

Pena disse...

Estimado e Brilhante Amigo:
Pelo que pude constatr é o dia do seu aniversário.
Expressa desejos lindos, sensatos e plenos de sobriedade.
Ansiedades. Conquistas. Um mundo por descobrir.
O amor? Esse, é uma constante. Existe sempre no coração feminino, como é óbvio e normal, permanecendo na sua chama cintilante que emite um brilho intenso e sincero do seu olhar atento.
Parabéns decorados com o seu inequívoco sentimento e pelo poema exaustivo/lindo que expressa com brio e genialidade. Tem uma soberba e majistral capacidade poética na forma linda como se expressa com um sentir profundo e sentido.
Deve ser um Ser Humano fantástico.

Abraço forte de estima, amizade e imenso respeito
O AMIGO


pena

Lindo e fascinante Post!

Corações & Segredos disse...

Bom dia amiguinhu!!
Pra minha grata surpresa, vindo retribuir sua gentil vizita, me deparo com um texto maravilhoso e comovente.
Pelo que percebi é seu aniversário?
Se o for, desejo de coração, muitas felicidades, saúde e paz nessa sua nova caminhada.
Espero receber mais vezes sua amável visita.
Beijinhos de RO!!

Bandys disse...

Menino,
Que cada amanhecer do seu dia,
Nasça uma flor...
Que cada sorriso teu,
Seja as pétalas que torna
essa flor mais completa.
Que cada pensamento positivo,
Seja o caule que a sustenta ...
Que cada passo pra vitória ,
Seja a terra que a alimenta ...
Que cada gesto teu,
Seja o sol que fornece energia,
E que o brilho dos teus olhos,
Seja a beleza e a simplicidade desta flor...
"Regue" essa flor, essa arvore.
Parabéns e mil felicidades.
Beijos

Déa disse...

Siba querido. Adoro passar por aqui, você sabe. Suas poesias sempre me divertem muito, mas essa, devo confesar, deixou um lágrima no meu rosto. Em especial essa última estrofe. Parabéns. Por tudo. Pelo niver, pela poesia, pela sensibilidade. Um beijo grande e aproveite não só esse dia. Aproveite(mos) a vida!!!

Deusa Odoya disse...

oi meu neguinho, tudo bem deixei meu comentário sobre os 83 anos de sua ma~e Dulce e o seu 58 anos.
muitas felicidades e paz.
não esqueci, e deixei mensagens par vc no seu terra e hotmail.muita paz nesse dia, saúde e fique na paz.
beijos amore mio.

regina coeli.

Maria disse...

Meu Amigo do lado de lá
meu Amigo do mar de Jauá

Este poema me emocionou demais. Dantes devia ser festa da grande em sua casa, com mãe e filho aniversariando no mesmo dia, hoje vosmecê a canta aqui, e vai comemorar com Painho, filhos e irmãos.
Que seja bonita a sua festa, meu nego.
Continuo à procura de tuga.....

Beijos, Sibarita
E PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bia disse...

Hoje está tendo uma linda festa lá no céu... tem festa aqui também, na tua casa, no teu espaço, no teu coração... tem festa em todo lugar no dia de hoje, como também no nosso coração quando aqui chegamos e logo sentimos essa luz tão bonita que emana de tuas palavras, de teus versos, dessa tua poesia tão cheia de sentimento, tão prenhe de vida e emoção.

Lindo teu post de hoje, amigo, mais do que aqueles que já li por aqui. Sabe por quê? No de hoje deixaste falar inteirinho o teu coração, a tua saudade, a tua emoção, na lembrança daquela que te deu a oportunidade de ser tudo aquilo que hoje tu és... aquela que, lá de cima, continua a zelar por ti, a pedir ao Pai pelo filho que tanta alegria deve ter dado ao seu coração de mãe e que, com toda a certeza, continua a dar.

Ficam sorrisos de lindos anjos, pétalas perfumadas de carinho, e um beijo do meu para o teu coração, com votos de anos infinitos onde a alegria e a paz estejam sempre a permear tua vida junto aos familiares queridos.

São disse...

João, gostei muito do vídeo : canção linda!!
O poema é emocionante!
Para Dª Dulce, onde quer que esteja , minha saudação de paz!
Para si, a minha estima e o meu respeito!
Parabéns deste lado do mar!

Olhos de Mel disse...

Oie seu menino! Pena que não pude participar da festa, nem ajudar a apagar as velinhas... mas de coração que Deus lhe faça feliz e que possamos comemorar mais e mais datas. Que homenagem linda a sua mãe! Ela bem merece e aonde estiver, saiba que ficou feliz.
58? Não quer dizer nada... a idade está na cabeça das pessoas. O que importa é saber viver. Está em plena juventude, basta se ler suas maravilhosas poesias.
Parabéns! Feliz Aniversário! Que Oxalá o proteja!
Beijos

Bandys disse...

ô seu moço,
Voce foi lá em casa é???
hummmmmmmm, kkkkkk
Beijos

Anônimo disse...

Oi, Nelson! Apesar do tempo exíguo, sempre que posso navego no seu blogger. E é muito bom vê-lo bem, com a sensibilidade à flor da pele, às vezes meio irreverente, um meninão. Querido menino, parabéns pelos 58 anos! Que você consiga realizar seus sonhos e que seja feliz. Grande beijo.
Sylvia

biazinha disse...

E viva a Bahia!
Viva o Sr do Bonfim!
viva Caetano, Gal, Bethania!
Viva Mãe Menininha! ( In Memorian)
Sou preguiçosa não, Neguinho! rsrsrs.
Posto com frequencia e tento me esforçar pra melhorar.
Volte sempre, sibarita!
bjuxxx.
:P

Alice Matos disse...

Oi Siba...
Ai... que dizer do teu post?
Não deixaste nem uma palavra para mim... Colocaste todas, em letras amarelas num fundo preto...
Que poema lindo, amigo!
Em primeiro lugar... parabéns... pelos anos de vida e pela tua arte... pelo sentir e pela poesia...

Beijo grande... Poeta!

Entre linhas... disse...

Um poema magnifico de extrema beleza,a verdadeira arte traduzida em palavras,um verdadeiro sentir.
Um óptimo fim de semana
Bjs zita

Menina do Rio disse...

Adorei o layout novo, as fotos da Bahia...
O poema é uma linda homenagem!

Um beijo imenso pra tu, bahiano!
Fica com Deus

Lucia disse...

Antes tarde do q mais tarde..rs
Parabéns, moço!! Pelo aniversário, pelo poema, pelo ser humano q é.
Beijão

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo Sibarita, meus olhos estão cheios de lágrimas de alegria, por tão belo poema... O teu coração falou alto!
O teu amor por tua querida mãe é lindo!
A tua Família também está nos teus pensamentos e no teu coração... Fizeste-me lembrar meu irmão que se fosse vivo faria cinquenta e seis anos... O meu coração extremeceu de tanta ternura e amizade por ti...
Parabéns meu querido Amigo, a tua mãe e meu irmão estaram a velar por nós!
Que Deus te acompanhe sempre, proteja a tua família, são os meus sinderos votos de carinho e amizade,
Fernandinha

Claudinha disse...

Feliz aniversário aos dois! Ela que te guia com sua luz e força, magnetismo de mãe. Você que trilha seus caminhos e tem nela o exemplo. Pode chorar de saudade, suas lágrimas lavarão sua alma e poucos podem comemorar a ventura de aniversariarem no mesmo dia que a mãe. Acho que isto é um presente especial de Deus.
Beijos e felicidades!

Flávia disse...

Homem!! Feliz aniversário atrasado!

E feliz aniversário à sua mainha também - porque mãe, meu querido, vira anjo. Vive sempre...

Levei seu link comigo.

Beijo, beijo, beijo.

Déa disse...

Siiiiiiiiiiiiiiiiiiba! Mas claro que eu fui a Jauá! Só que fui no sábado, com um sol liiiindo! Aquela praia e muito gostosa mesmo. Me aguarde de vou bater ponto! Rsss Beijos

Oliver Pickwick disse...

Pelo visto, cheguei atrasado para a festa. É pena, perdi os quitutes baianos. Contudo, a leitura desta poesia compensou a festa.
Somos do mesmo signo, sou de 4 de maio, e mais teimoso que 7 mulas, no entanto, leal.
Ainda que atrasado, feliz aniversário.
Um abraço!

P.S.: A Bahia é pródiga em nomear os seus anjos de Dulce.

paula barros disse...

Ainda estamos em maio, ainda tem tempo para desejar felicidades. Dizer para aproveitar a vida, nem precisa pelo jeito.
Me passa um homem guerreiro e cheio de emoção. Muita energia.
Começo a entender porque me perco e fico sem comentar.
Vou sendo tomada pela emoção, em alguns momentos confesso, não entendo algumas palavras. A emoção partindo da emoção que você se expõe.
Muitas e muitas felicidades.
beijos